SportsManaus
COPA DO BRASILFUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

Flamengo ‘segura’ o Athletico em Curitiba, vence e garante classificação na Copa do Brasil

Da redação do Sports Manaus, com informações – LANCE! – Guilherme Xavier – Publicada em 12/07/2023 – 23:31 – Curitiba (PR)

Foto: Gilvan de Souza / CRF

Flamengo venceu o Athletico Paranaense por 2 a 0, em Curitiba, e confirmou a classificação para as semifinais da Copa do Brasil. Os gols do Rubro-Negro carioca foram marcados por Erick, contra, ainda no primeiro tempo, e Gabigol, já nos acréscimos da etapa final. A equipe de Sampaoli ainda teve um tento do próprio camisa 10 anulado por impedimento duvidoso. Os mandantes tiveram mais finalizações, mas não conseguiram balançar as redes.

Com o resultado, o Flamengo conseguiu a vaga para a próxima fase e vai enfrentar o Grêmio, que venceu o Bahia nos pênaltis. O confronto deve acontecer nos dias 9 e 16 de agosto. O Athletico, por sua vez, está fora da Copa do Brasil e foca nas disputas do Brasileirão e da Libertadores.

Cinco lances que marcaram a partida

PROVOCAÇÕES! Durante o aquecimento, Gabigol foi muito xingado pela torcida do Athletico. O atacante respondeu mostrando sua tatuagem da taça da Libertadores. Lembrando que as equipes se enfrentaram na final do ano passado, com vitória do Flamengo e gol do atacante.

AZAR PARA DEPOIS TER SORTE! Depois de perder Erick Pulgar por contusão no aquecimento, o Flamengo conquistou com o “alinhamento dos astros” para abrir o placar. Thiago Maia cruzou, Arrascaeta desviou e Erick completou contra o próprio gol.

POLÊMICA! O Flamengo ia marcando o segundo e praticamente definindo o confronto, mas o VAR anulou gol de Gabigol em impedimento bastante duvidoso. Os jogadores do Rubro-Negro carioca reclamaram muito.

NÃO QUIS ENTRAR! O Athletico tentou de todas as maneiras, teve 27 finalizações, sendo oito no gol, mas não conseguiu vazar a meta do Flamengo. David Luiz, Matheus Cunha e Fabrício Bruno em noite inspirada.

AGORA VALEU! Depois do gol anulado, Gabigol conseguiu balançar as redes e decretar a classificação do Flamengo às semifinais, já que no período de desconto do árbitro.

Como foi o primeiro tempo?

A etapa inicial pode ser dividida em duas partes. A primeira, até os 20 minutos, teve domínio do Flamengo, com muita posse de bola e poucos erros. A partir daí, o Athletico assumiu o controle da partida e empilhou chances, mas foram os visitantes que abriram o placar. Em golpe de sorte do Rubro-Negro carioca, Erick desviou contra o próprio patrimônio, decretando o 1 a 0.

E a etapa final?

No segundo tempo, o bombardeio do Athletico Paranaense continuou, mas a bola não quis entrar. Para o Flamengo, ela foi mais generosa e, apenas em sua quinta finalização, a equipe de Jorge Sampaoli marcou o segundo, com Gabigol. O atacante ainda teve um tento anulado de maneira muito duvidosa.

O que vem por aí?

Depois da Copa do Brasil, o Flamengo vira a chave e foca as atenções na disputa do Brasileirão. Neste domingo (16), o Rubro-Negro terá um clássico diante do Fluminense pela frente, às 16h (de Brasília), no Maracanã. O Athletico, por sua vez, encara o Bahia no mesmo dia, às 18h30 (também de Brasília), na Ligga Arena.

FICHA TÉCNICA
Copa do Brasil – Quartas de final – Volta
Athletico 0 x 1 Flamengo


Local:
 Ligga Arena, Curitiba (PR)

Data: 12 de julho, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC-FIFA)
Assistentes: 
Danilo Ricardo Simon Manis (SP-FIFA) e Kleber Lúcio Gil (SC-FIFA)

Árbitro de vídeo (VAR): Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP-VAR FIFA)
Público e Renda: Não divulgados

Cartões amarelos: Fernandinho, Vitor Roque e Esquivel (CAP); Arrascaeta, Sampaoli, Ayrton Lucas, Allan, Gabi e Thiago Maia (FLA)
Cartões vermelhos: Thiago Heleno (CAP) e Gerson (FLA)

GOLS: Erick (gol contra, 0-1, aos 45′ do 1ºT); Gabigol (0-2, aos 48′ do 2ºT)

ATHLETICO PARANAENSE (Técnico: Wesley Carvalho)
Bento; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo (Esquivel, no intervalo); Khellven (Madson, aos 36′ do 2ºT), Fernandinho, Erick (Pablo, aos 25′ do 2ºT) e Christian; Vitor Bueno, Vitor Roque e Canobbio (Cuello, aos 36′ do 2ºT)

FLAMENGO (Técnico: Jorge Sampaoli)
Matheus Cunha, Wesley, Fabrício Bruno, David Luiz e Ayrton Lucas; Thiago Maia (Léo Pereira, aos 31′ do 2ºT), Victor Hugo (Allan, aos 17′ do 2ºT), Arrascaeta, Gerson e Everton Ribeiro (Luiz Araújo, aos 43′ do 2ºT); Gabigol

 

 

 

Outras postagens...

Com reservas, Fluminense perde para o Bahia, que abre vantagem para a zona de rebaixamento

Paulo Rogério

“Estou muito motivado, esperançoso e encorajado”, afirma o novo técnico do Manaus FC

Paulo Rogério

Corinthians vence Atlético-MG nos pênaltis e avança para as quartas da Copa do Brasil

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...