SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

“Acredito que tende a ser mais difícil”, diz técnico do Fast sobre o Rio Branco-AC, mas quer a vitória em casa, na Série D

Foto: Asscom / Fast Clube

Com o melhor resultado da primeira rodada do Brasileiro da Série D, quando goleou o Galvez-AC fora de casa por 5 a 1 e líder do grupo A, o Fast Clube tem pela frente o Rio Branco, outra equipe acriana, mas com chances de conseguir outro bom resultado. O jogo pela segunda rodada, será neste sábado, 26/9, às 18h (19h de Brasília), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste de Manaus.

Mesmo jogando em seus domínios, o técnico Lecheva, alertou que o Fast terá um compromisso com uma equipe mais qualificada e perigosa. Para ele, é uma outra realidade, mas garantiu que o grupo está pronto para buscar uma boa vitória.

– Acredito que tende a ser mais difícil, por mais que o Galvez tenha sido campeão estadual e o Rio Branco vice, mas é um time com algumas peças individuais muito boa. O Rio Branco é uma boa equipe, teve a perda do título estadual, mas não quer dizer que seja inferior. O time tem nosso respeito, é um clube que tem uma tradição na região Norte eu conheço também alguns atletas – comentou, mas alertou.

– Não se enganam aqueles que acham se vamos encontrar vida fácil, porque vencemos o Galvez de goleada. Tenho passado isso aos atletas, e eles também tem essa consciência de que para vencermos temos que jogar muito, ou seja, tanto ou até mais do que foi na estreia. O trabalho da semana foi muito bom, onde os atletas estão focados e tenho certeza que será um grande jogo – disse ao SPORTS MANAUS.  

Motivado pelo resultado na abertura da Série D, o comandante do Tricolor de Aço, afirmou ser primordial conseguir um resultado positivo nesse começo de campeonato, pois pode colocar a equipe em uma posição privilegiada na tabela.   

– Com a boa estreia podemos manter essa primeira colocação, e até de forma isolada, dependendo do resultado do Bragantino, a outra equipe que venceu na primeira rodada. O importante é somar os três pontos em casa. É um confronto direto com um time que venceu também, mas não será fácil. Pode ser fácil, pelo que apresentarmos em campo, se aproveitarmos bem as deficiências do adversário, colocar nossas qualidades, não dar espaços, enfim, são variáveis que podem acontecer durante o jogo – explicou, mas afirmou que o bom resultado na estreia deu mais confiança ao grupo.

– Com certeza, uma vitória sempre dá uma motivação a mais para o jogo seguinte, principalmente no início da competição com um placar elástico. Por outro lado, a responsabilidade também aumenta, porque todos esperam um resultado positivo do Fast, já que estreou vencendo fora de casa. Entretanto, temos que ter todos os cuidados para não sermos surpreendidos e tentar ao máximo fazer um jogo tão bom, quanto foi lá fora ou até melhor. É fundamental somar os pontos dentro em casa – finalizou Lecheva.

Outras postagens...

Na estreia da Série C, Amazonas perde para o Brusque-SC por 1 a 0

Paulo Rogério

Cruzeiro procura reabilitação diante do Iranduba pelo Brasileiro Feminino

Paulo Rogério

Fast Clube aplica a terceira goleada na Série D e vence o Vilhenense-RO por 4 a 1, no Portal da Amazônia

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...