SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONALSÉRIE A

São Paulo estreia no Brasileiro com derrota para o Botafogo no Engenhão

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – São Paulo, SP – 15/04/23 | 20:36 – 15/04/23 | 21:11

Foto: Vitor Silva / Botafogo

O São Paulo estreou com derrota no Campeonato Brasileiro. Neste sábado, contra o Botafogo, o time comandado por Rogério Ceni empatava o jogo até os 43 minutos do segundo tempo, quando acabou sendo vazado novamente, tendo de se conformar com o revés por 2 a 1 no novo gramado sintético do Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Tiquinho Soares e Eduardo balançaram as redes para o Glorioso. Calleri marcou o único gol tricolor da partida, seu primeiro desde que voltou de lesão.

O São Paulo volta a entrar em campo na próxima terça-feira, contra a Academia Puerto Cabello, da Venezuela, às 21h30 (de Brasília), no Morumbi, pela Copa Sul-Americana. Já o Botafogo recebe o César Vallejo, na quinta, às 21h, também pelo torneio continental.

1º tempo equilibrado

O Botafogo precisou de apenas quatro minutos para abrir o placar. Em cobrança de falta, Eduardo levantou a bola na área, e Tiquinho Soares subiu mais alto que a defesa do São Paulo para cabecear certeiro, sem chances para o goleiro Rafael, colocando os donos da casa em vantagem.

Depois dos primeiros minutos aquém da expectativa, o São Paulo acordou e empatou aos 15, quando Caio Paulista cruzou, Calleri tentou dominar, mas deixou a bola escapar. Por sorte, Luciano conseguiu ficar com a sobra para devolver para o atacante argentino completar para o fundo das redes, deixando tudo igual no Engenhão.

Depois de o São Paulo conseguir equilibrar o jogo, até então dominado pelo Botafogo, o confronto ficou bastante truncado entre as intermediárias. O Tricolor apostava nas jogadas pela esquerda, com Caio Paulista chegando com frequência na linha de fundo para servir seus companheiros, mas faltava mais capricho na conclusão.

O Botafogo, por sua vez, poderia ter ido para o intervalo em vantagem, mas também não aproveitou as diversas falhas do São Paulo na saída de bola. Em uma delas, Tiquinho Soares ficou com a bola na entrada da área, mas bateu para fora.

São Paulo no controle

O São Paulo voltou a campo para o segundo tempo com uma mudança. David substituiu Luciano, que não fez um bom primeiro tempo e aparentou ter sentido um incômodo. Mas, o “sangue novo” no ataque não fez muita diferença, embora o time comandado por Rogério Ceni tenha passado a ocupar o campo de ataque e controlar as ações.

Enquanto o São Paulo tentava encontrar espaços na defesa rival trocando passes, o Botafogo buscava explorar os contra-ataques, mas acabou provando do próprio veneno aos 24 minutos, quando Alisson arrancou em velocidade e acionou Michel Araújo, que soltou a bomba de fora da área, obrigando Lucas Perri a fazer boa defesa.

Só que o Botafogo respondeu em uma linda jogada de Júnior Santos, que recebeu pela direita, driblou Caio Paulista, passou pelo segundo marcador ao invadir a área e bateu rasteiro, tirando tinta da trave do goleiro Rafael. Mais tarde, foi a vez de Caio Paulista se redimir tabelando com Michel Araújo e batendo cruzado, exigindo excelente defesa de Lucas Perri, que evitou o segundo gol do São Paulo.

A pressão tricolor continuou. Pouco depois de fazer uma defesaça em chute de Caio Paulista, Perri novamente foi decisivo, desta vez em chute de Marcos Paulo, praticamente na pequena área, após passe de Calleri.

Sem conseguir converter, o São Paulo acabou castigado aos 43 minutos do segundo tempo. Victor Cuesta levantou a bola na área, e Eduardo subiu mais alto que Alan Franco para cabecear no cantinho para garantir a importante vitória do Botafogo pela estreia no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 1 SÃO PAULO

Local: estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro
Data: 15 de abril de 2023, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Ramon Abatti Abel (Fifa-SC)
Assistentes: Johnny Barros de Oliveira (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)

Gols: Tiquinho Soares, aos 4 do 1ºT, Eduardo, aos 43 do 2ºT (Botafogo); Calleri, aos 15 do 1ºT São Paulo)
Cartões amarelos: Méndez, Rodrigo Nestor, Calleri (São Paulo); Di Placido, Eduardo, Victor Cuesta (Botafogo)

BOTAFOGO: Lucas Perri; Di Placido (Luis Segovia), Adryelson, Victor Cuesta e Rafael (Daniel Borges); Danilo Barbosa, Tchê Tchê (Lucas Fernandes) e Eduardo; Gustavo Sauer (Luís Henrique), Junior Santos (Matias Segovia) e Tiquinho Soares.
Técnico: Luís Castro

SÃO PAULO: Rafael; Rafinha, Arboleda e Alan Franco; Michel Araújo, Méndez (Pablo Maia), Nestor (Alisson), Wellington Rato (Gabriel Neves) e Caio Paulista; Luciano (David) (Marcos Paulo) e Calleri.
Técnico: Rogério Ceni.

 

 

 

Outras postagens...

No primeiro jogo da semifinal do Amazonense da Série B, volante do Rio Negro afirma: “Focado e determinado”

Paulo Rogério

Pelo returno no grupo A1 na Série D, técnico do São Raimundo-RR avisa sobre o Amazonas: “Vamos buscar a vitória do início ao fim”

Paulo Rogério

Arrasou! Em casa pelo Brasileiro Feminino A2, JC-AM goleia o Vila Nova-GO e segue com chances de classificação

Paulo Rogério