SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Sem dúvida para a estreia no estadual, técnico do Rio Negro ajusta o time e afirma: “Cem por cento, já tenho definido”

Foto: Divulgação

Faltando pouco para a estreia no Campeonato Amazonense da Série A, o Rio Negro entra na reta final de preparação para o clássico com seu arqui-inimigo: o Nacional FC, no tradicional clássico Rio-Nal. Visando não apenas uma boa estreia com vitória, o Galo da Praça da Saudade, não quer apenas ser um mero participante, mas conquistar vagas nas competições nacionais da CBF, em 2024. A partida, que marca a abertura do estadual, será no sábado, 28/1, às 20h (21h de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus.

O técnico do Rio Negro, João Carlos Cavalo, sem revelar nomes, foi categórico ao afirmar, que já tem a equipe definida, diferentemente do seu adversário, quando o treinador Wellington Fajardo, disse que tem muitas dúvidas. Para ele, agora é apenas ‘calibrar’ algumas situações de jogo para a estreia.

– Minha equipe hoje cem por cento, já tenho definida. Essa semana vai ser de ajustes como bola parada, jogada ensaiada, posicionamento, vou dar uma retomada na otimização da equipe, em termos da marcação, saída de bola, variações, transições, enfim, tudo isso – explicou ao SPORTS MANAUS, mas ainda citou.

– Em termos de equipe, se alguém perguntar: João tem uma equipe formada e definida, eu digo que já. Só se mudar uma coisa no decorrer da semana, mas todo esse tempo nós conseguimos manter um padrão. Se mudar, mais do que uma peça, não vou mudar – concluiu Cavalo.

De acordo com o comandante do time Barriga Preta, além do clássico em si, o grupo está preparado para superar as diversidades naturais de qualquer estreia, como nervosismo, ansiedade e falta de conjunto em campo. Segundo ele, o jogo é difícil, mas a meta é conquistar três pontos.

LEIA MAIS: 

Acho que a grande diferença nesse momento, é que trouxemos jogadores que conhecem bem o nosso campeonato, conhecem bem a nossa metodologia. Com certeza, uma vitória nos daria uma confiança muito grande no decorrer da competição – salientou, mas João ainda reforçou.

– A sequência do campeonato é muito complicada. Nossa estreia com o Nacional, depois pegamos o Amazonas, saímos e jogamos com o Princesa e voltamos para enfrentar o Manaus, portanto, serão quatro jogos dificílimos. Estamos confiantes, e é procurar vivenciar cada momento, jogo após jogo o seu momento – completou o treinador do Galo.  

 

Outras postagens...

“Tenho 60% a 70% do time montado”, afirma técnico do Nacional sobre a estreia no Campeonato Amazonense

Paulo Rogério

“Nem sempre jogar em casa é melhor”, diz técnico do Avaí-SC sobre jogo com Nacional pela Copa do Brasil

Paulo Rogério

Na volta pela Copa do Brasil Sub-17, Fast Clube vence o Andirá-AC e aguarda o próximo adversário

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...