SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Após bobeira de goleiro, Manaus vira diante do Iranduba e pega o JC pelas quartas do Amazonense

Foto: João Normando / FAF

Com um time todo modificado em campo, em relação aos últimos jogos, o Manaus levou um susto com gol sofrido de pênalti, após a infantilidade do goleiro Gleibson, mas no final prevaleceu a categoria do Gavião do Norte e a virada por 3 a 1, em jogo atrasado pela quarta rodada do Campeonato Amazonense. Com o resultado, o Manaus confirma mais ainda a primeira colocação, com 18 pontos, na noite desta quarta-feira, no Estádio Ismael Benigno, a Colina. Já o Iranduba realizou sua última partida pelo estadual.

O Manaus tem ainda a partida atrasada pela quarta rodada com Princesa, no sábado, 17/4, às 16h05 (17h05 de Brasília), na Colina para fechar sua participação na primeira fase. Pela classificação, o Gavião encara o JC, no primeiro jogo das quartas de final, na próxima semana, mas pela campanha com a vantagem de resultados iguais.

Confira abaixo, os outros confrontos pelas quartas:

Amazonas x São Raimundo

Princesa x Penarol

Nacional x Clipper

**A equipes em negrito são as que também jogam pela vantagem nessa fase

Jogo

Com uma equipe totalmente modificada, em relação aos últimos jogos, o Manaus entrou em campo para se reabilitar, após a derrota diante do Nacional. Já o Iranduba, se despedia do campeonato, mas na ânsia de surpreender em conquistar quem sabe sua primeira vitória.

O primeiro lance de perigo foi do Manaus, que assustou o goleiro Diego do Iranduba. Aos quatro minutos, pela esquerda Assis cobra falta na área e Jackie Chan apenas toca de cabeça e a bola passou no canto esquerdo da meta do Hulk da Amazônia.  

Com domínio em campo, o Gavião do Norte ditava o ritmo da partida. Aos sete minutos, bola na área, a zaga do Hulk tira, mas na sobra Ramon de frente para a meta chuta, mas no canto direito do goleiro Diego sem perigo.

No primeiro lance de perigo do Iranduba, o lance foi irregular. Aos 10 minutos, Índio cruza pela direita, Geraldo toca de cabeça para Gabriel Ceará, mas na hora de concluir, o jogador estava impedido.

Apesar do total domínio, o Gavião não conseguia criar as jogadas mais perigosas. Já o Iranduba recuado, jogava nos contra-ataques. Aos 35 minutos, um lance surpreendente. De longa distância, Alan viu o goleiro Gleibson fora da meta e arriscou, mas a bola passou a direita da meta.

O Manaus continuava no ataque para buscar seu primeiro gol. Aos 39 minutos, de volta ao time, após um longo período em recuperação, o lateral-direito, Igor cobra falta na área, o zagueiro Thiago Spice toca de cabeça e o goleiro Diego faz a defesa parcial e na sobra Guilherme Amorim finaliza, mas o assistente marcou lance irregular.

Aos 42 minutos, o Manaus cobra tiro de canto pela direita com Igor. A bola passou pela área e também por Márcio Passos, que perdeu o tempo para concluir com chances de marcar.  

O Manaus começou o segundo tempo disposto a mudar a história da partida. Aos três minutos, Douglas Lima coloca Erivélton na cara do gol, mas ele chuta no canto esquerdo e o goleiro Diego fax uma boa defesa e evita o abertura do marcador.

Aos seis minutos, o Gavião teve outra chance de abrir o marcador. Igor cruza pela direita na área, Erivélton toca para a entrada de Diego Rosa, que cabeceia e a bola bate na trave esquerda.

Jogando de forma mais intensa ofensivamente, o Manaus pressionou mais ainda seu adversário. Aos oito minutos, Diego Rosa recebe uma bola da esquerda, passa pelo zagueiro e chuta, mas a bola explode na trave e não entrou de novo.

Aos 20 minutos, o goleiro Gleibson ao repor a bola, acaba derrubando o jogador Negueba do Iranduba na grande área. O árbitro marcou pênalti contra o Manaus. Aos 22 minutos, Sávio bateu rasteiro com categoria no canto esquerdo para abrir o marcador, 1 a 0.

O Iranduba nem teve tempo de comemorar. Aos 24 minutos, pela direita Douglas Lima cobra falta na área e Gilson Alves sobe mais alto para cabecear e empatar, 1 a 1.

Aos 34 minutos, nova investida do Gavião. Gabriel Davis abre na esquerda para Alex, que passa pelo marcador, chega na linha de fundo e cruza para Gabirel Davis. O jogador chuta, o goleiro Diego ainda toca na bola, mas acaba entrando mansamente dentro da meta, 2 a 1.  

Com a virada, o jogo ficou mais fácil ainda para o Gavião. Aos 40 minutos, Gabriel Davis cobra falta pela esquerda, o zagueiro Thiago Spice toca na área, Márcio Passos escora para Alex, que sozinho amplia, 3 a 1.

Ficha técnica:

Data: 14/04/2021 – Quarta-feira

Jogo: Iranduba 1×3 Manaus

Motivo: Campeonato Amazonense de 2021 – 1ª fase / 4ª rodada

Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina – Manaus/AM

Horário: 20h30 (21h30 de Brasília)

Público: —

Renda: —

Árbitro: Antônio Carlos Pequeno Frutuoso

Árbitros Assistentes: Wendell Saraiva da Silva e Kennedy Ramos Lucas

Gols: Sávio 22min 2ºt pênalti (Iranduba)e Gilson Alves 24min 2ºt, Gabriel Davis 34min 2ºt e Alex 40min 2ºt (Manaus)

Advertências: Gleibson (Manaus) e Garrido (Iranduba)

Expulsão: —

Iranduba: Diego, Índio, Garrido, Negueba, Matheus, Alan (Bruno Andrade), Bruno, Sávio (Alan Matheus), Gabriel Ceará (Marcelo), Lucão e Geraldo (Odoniel) (Dodô). Técnico: Thiago Rafael.

Manaus: Gleibson, Igor (Douglas Lima) (Alex), Márcio Passos, Thiago Spice, Assis, Ramon (Diego Rosa), Guilherme Amorim (Gabriel Davis), Gilson, Edvan, Erivélton e Jack Chan. Técnico: Luizinho Lopes.

 

Outras postagens...

Pela Série D, Fast Clube vence Ji-Paraná-RO e segue firme rumo à classificação

Paulo Rogério

EXCLUSIVO: com campanha quase iguais, técnico do Brusque-SC afirma equilíbrio com Manaus na primeira final da Série D

Paulo Rogério

Nacional empata com Princesa, perde a liderança e Tubarão fica fora do G4 no grupo A da Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...