Com pressão e um jogador a menos, Manaus empata com Nacional e conquista o returno do Amazonense

273

Mesmo com um jogador a menos e conseguindo superar a pressão durante todo segundo tempo, o Manaus empatou com Nacional em 0 a 0, conquistando de forma invicto o segundo turno do Campeonato Amazonense da Série A. A grande final do returno, foi realizado na noite desta quarta-feira, 10/4, no estádio da Colina. Com resultado, o Gavião do Norte garantiu vaga na Copa do Brasil e Brasileiro da Série D em 2020.  

Agora, o Manaus vai decidir o título da temporada com Fast Clube, campeão do primeiro turno, em dois jogos, jogando por dois resultados iguais, devido a melhor campanha na competição. O primeiro confronto será neste sábado, 13/4, às 15h, no estádio da Colina. O jogo de volta será dia 20 deste mês, com local ainda a ser definido pela FAF.

Campeão invicto do returno, o treinador do Manaus, Welington Fajardo, reconheceu ao SportsManaus, que encontrou pela frente um grande adversário, que cresceu muito no estadual, principalmente na segunda fase.

Lana parabenizou a equipe pelo desempenho em campo (crédito: Paulo Rogério)

– Foi um jogo muito difícil e decisivo, pois sabemos quando vale um título e tem que ter emoção, ou seja, não se prevalece a técnica ou melhor equipe. Temos que ressaltar que o Nacional vem numa crescente e foram as duas melhores equipes que decidiram o turno. Conseguimos vencer uma equipe tradicional, respeitada por todo Brasil e pelo treinador Lana, considerado um estrategista – comentou.

Para o goleiro Jonathan, sempre decisivo nos momentos mais cruciais em campo, disse que o time conseguiu se superar e vencer além o adversário, outras adversidades durante a final.

– Hoje conseguimos segurar o placar e tem uma frase que nunca foi tão verdadeira “jogamos contra tudo e contra todos”. Fiquei chateado com a arbitragem pelo lance do cartão amarelo, porque estava tentando acelerar o jogo, mas o árbitro viu de outra forma, mas chegamos até o final e o empate é nosso. O Manaus se superou, nós viemos para um jogo e nos deparamos com Nacional vindo para outra partida – disse o goleiro.

De uma equipe que ficou quase de fora do campeonato, o veterano técnico Aderbal Lana, confessou que o Nacional merecia ter saído com o título, porque foi visível o bom desempenho do elenco, principalmente no segundo tempo.

Jonathan disse que “jogamos contra tudo e contra todos” (crédito: Paulo Rogério)

– Agradeci aos jogadores pela vontade, determinação e a Deus por ter nos dado essa oportunidade de disputar mais um título de turno. Nós tivemos uma somatória de pontos boa, chegamos nos dois turnos, mas hoje poderíamos ter tido uma sorte melhor, porque foi um jogo de um time só no segundo tempo. O Manaus está de parabéns, e o Nacional encerra esse ano com gosto amargado, mas é um time que começou a crescer, com uma folha pequena e uma diretoria séria – concluiu.

Jogo

Nem parecia que o Manaus jogava com a vantagem do empate, pois o time começou com pressão em cima do Nacional. Aos três minutos, jogada na grande área e Jefferson toca de cabeça, mas em cima do goleiro do Naça. 

Aos oito minutos, contra-ataque do Manaus, a bola é lançada para Rossini, que foi derrubado próximo da grande área e quase é marcado pênalti. Na cobrança da falta, Negueba bate de pé trocado e o goleiro defendeu para linha de fundo.  

Aos 13 minutos, o Naça avança com Romarinho que da esquerda leva para o meio e chuta no canto direito do goleiro Jonathan com perigo.  O Manaus deu o troco aos 28 minutos. Pela esquerda Dolem chutou, o goleiro deu rebote para frente da grande área e Hamilton chutou em cima do goleiro e perdeu o gol.  

O Naça quase chegou ao seu gol, aos 31 minutos. Pela esquerda Bernardo cruza e Fabinho cabeceou no canto direito, mas Jonathan pratica uma grande defesa e coloca a bola pela linha de fundo. 

Na tentativa de agredir o árbitro, torcedor do Manaus é contido por policiais (crédito: Paulo Rogério)

Precisando da vitória no segundo tempo, o Nacional sacou Matheus e colocou Marinelson para reforçar o ataque. Aos três minutos, falta frontal com Léo Mineiro, que chutou e a bola bateu no travessão e não entrou.

Aos 19 minutos, a situação do Manaus ficou difícil. Com cartão amarelo recebido, Rossini comete uma falta intencional, e acabou recebendo outro amarelo e vermelho na sequência.  Aos 25 minutos, o Naça quase marcou. Depois de uma jogada na esquerda, Romarinho recebe a bola e chuta em cima do goleiro e perde a chance de marcar.

No segundo tempo, o árbitro deu oito minutos de acréscimos. Aos 32 minutos, o árbitro é chamado para conter os ânimos do banco de suplentes do Manaus. Na sequência, o jogador Matheus, que foi substituído é excluído, depois de ter saído.

Com oito minutos de acréscimos no segundo tempo, aos 51 minutos, um torcedor do Manaus entra em campo sem camisa, tenta agredir o árbitro Carlos Augusto, mas é imediatamente imobilizado pelo policiamento.  

Ficha técnica:

Jogo: Manaus 0x0 Nacional 

Motivo: Campeonato Amazonense da Série A / 2º turno / Final 

Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina – Manaus/AM 

Horário: 20h 

Renda:  R$ 14.750,00

Público pagante:  1.390

Árbitro:  Carlos Augusto de Souza

Árbitros assistentes:  Jander Rodrigues Lopes e Elivane Trindade da Costa

Gols:

Advertências: Jonathan, Spice, Jefferson e Rossini (Manaus) e André Regly, Paulinho e Bernardo (Nacional)

Expulsão: Rossini e Matheus (Manaus)

Manaus: Jonathan, Igor, Spice, Patrick, Negueba, Derlan, Jean Carlos, Hamilton (Vandinho), Rossini, Jefferson (Vitinho) e Dolem (Ezequiel). Técnico: Welington Fajardo.

Nacional: André Regly, Paulinho, Jordan, Deurick, Bernardo, Felipe, Matheus (Marinelson) (Israel), Fabinho, Léo Mineiro, Ray e Romarinho (Guilherme). Técnico: Aderbal Lana.



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.