SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Em jogo com Amazonas pelas oitavas na Série D, técnico do Lagarto-SE diz: “No mata-mata, quem errar menos passa de fase”

No primeiro jogo, o Verdão empatou em casa com a Onça-pintada em 1 a 1.

Foto: Carlos Henrique / Lagarto EC

Apesar do empate no primeiro jogo, pelas oitavas de final em casa, o Lagarto-SE, está pronto para sua partida mais importante e decisiva até agora no Campeonato Brasileiro da Série D. Com foco total na sequência do campeonato, mas principalmente no acesso à Série C de 2023, o Verdão encara o Amazonas, detentor da melhor campanha, na partida de volta, neste domingo, 14/8, às 15h (16h de Brasília), no Estádio Carlos Zamith. Se houver um novo empate no tempo normal com qualquer placar, a definição da vaga será na cobrança de penalidades.  

Com uma campanha regular na primeira fase, mas principalmente nos momentos mais críticos na divisão de acesso, o técnico Givanildo Sales, acredita no potencial, na qualidade dos jogadores e no trabalho realizado para superar mais um obstáculo.

– Verdade, passamos por alguns momentos difíceis na primeira fase e revertemos. Sabemos do potencial do Amazonas, mas sabemos também do nosso potencial também, que podemos chegar em Manaus, com todo respeito ao Amazonas e sair classificado – comentou ao SPORTS MANAUS, mas ainda citou.

– Vamos enfrentar uma grande equipe, que também vai enfrentar uma grande equipe, que é a nossa. Como sempre falo para meus jogadores: no mata-mata, quem errar menos passa de fase. Espero que a equipe do Lagarto erre menos, e que a gente possa sair com a classificação, tenho fé em Deus – salientou Givanildo.

Para o comandante do Verdão, apesar de ser muito novo no profissional, e na sua primeira competição nacional, fica toda a responsabilidade de se classificar do time amazonense. Segundo ele, o time está preparado para aproveitar também todos os detalhes em campo, que podem definir a vaga.

– Sabemos do investimento do Amazonas, muito alto e a obrigação deles dentro de casa de passar de fase. Sabemos que podemos chegar em Manaus e fazer um grande jogo, como falei antes, quem errar menos passa de fase. Como sempre falo para meus atletas, folha salarial sozinha não coloca a bola para dentro, mas sim organização tática, o querer passar de fase, enfim, nós trabalhamos para isso – salientou o treinador.

 

 

 

Outras postagens...

Pela Série C, Matheuzinho do Confiança-SE mostra otimismo diante do Manaus e diz: “Conseguir a primeira vitória, mesmo sendo fora de casa”

Paulo Rogério

Em jogo de volta com Ji-Paraná-RO pela Série D, técnico do Nacional alerta: “A gente tem que ter sabedoria”

Paulo Rogério

“Vamos aproveitar o fator casa”, disse técnico do Fast sobre jogo com América-MG pela Copa do Brasil Sub-20

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...