SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Em jogo pela Copa Verde com Manaus, dirigente do Princesa alerta: “Temos que tentar impor o nosso futebol”

Na 1ª fase, o Tubarão do Norte venceu o Rio Branco-AC por 1 a 0, fora de casa.

Foto: Divulgação / Princesa

Embalado pela boa vitória fora de casa diante do Rio Branco-AC por 1 a 0, o Princesa do Solimões não teve muito tempo para comemorar e pega o Manaus FC, pelas oitavas de final da Copa Verde, em uma partida envolvida por um clima de muita rivalidade. A partida será realizada nesta quarta-feira, 22/2, às 20h (21h de Brasília), na Arena da Amazônia. Em caso de empate no tempo regulamentar, a decisão da vaga será definida na cobrança de penalidades. O vencedor encara o classificado do jogo entre Paysandu e Real Ariquemes-RO.

Para o diretor de futebol do Tubarão do Norte, Raphael Maddy, a liderança no regional, a vitória na primeira fase da Copa Verde, só aumentam a motivação do grupo para conquistar a vaga.

– Conseguir esse êxito motiva, a equipe ganha mais força para fazer com que a sua torcida continue apoiando e a cidade de Manacapuru acredita muito em nosso trabalho. A equipe está motivada e os jogadores também. A gente tem procurado dar todas as condições possíveis para a comissão técnica e os atletas. A gente vem colhendo bons frutos dos jogos e esperamos que isso aconteça na próxima partida – completou ao SPORTS MANAUS.

Para o dirigente do Tubarão, as duas equipes têm proporcionado jogos empolgantes, ainda mais que fizeram a final do campeonato ano passado e nenhuma equipe quer deixar escapar a chance de seguir na Copa Verde, principalmente o Princesa.

– A gente tem respeito, mas temos que tentar impor o nosso futebol, tentar manter o padrão de jogo do Princesa. Para isso, vamos trabalhar o emocional de nossos jogadores e estamos focados no jogo que temos pela frente. O Lana tem frisado isso, ou seja, se for pela Copa do Brasil, pensar nessa partida e se for pelo estadual, pensar no campeonato – disse, mas ainda citou.

– Nós vamos tentar impor o nosso futebol e o ritmo que a gente vem apresentando. É claro que tem um desgaste, mas a gente tem que esquecer e procurar fazer o nosso dever, ou seja, fazer uma boa partida e realizar um bom jogo – finalizou Maddy.

 

Outras postagens...

“É um jogo que será equilibrado”, define o técnico do Náutico sobre a estreia com Manaus na Série C

Paulo Rogério

“A gente está com uma conversa bem adiantada”, afirma dirigente sobre o futuro técnico do Amazonas

Paulo Rogério

Com a meta de observar as atletas, técnico do Real Brasília afirma sobre as chances no BR Feminino Sub-17: “Vamos jogar jogo a jogo”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...