SportsManaus
COPA DO BRASILFUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

Em partida atrasada, Grêmio elimina o Bahia nos pênaltis e avança à semifinal da Copa do Brasil

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – São Paulo, SP – 12/07/23 | 22:21 – 12/07/23 | 23:13

Foto: Reprodução / Grêmio TV 

Após exata uma hora e cinco minutos de atraso, a partida entre Grêmio Bahia, válida pela volta das quartas de final da Copa do Brasil, teve início nesta quarta-feira. No molhado gramado da Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS), as equipes empataram em 1 a 1, com gols de Everaldo e Villasanti. Com a igualdade no agregado (2 a 2), a decisão foi para os pênaltis, quando brilhou a estrela do goleiro Gabriel Grando, que garantiu a vitória e classificação gremista por 4 a 3.

O embate demorou para começar por conta de uma forte e constante chuva que assola a capital gaúcha durante todo o dia, devido à formação de um ciclone extratropical na Região Sul do Brasil. Com isso, o campo do estádio gremista ficou encharcado e sem condições de jogo. Após uma trégua na água, quatro vistorias da equipe de arbitragem e bastante trabalho de drenagem do gramado, foi definida a realização do duelo, mesmo que atrasado.

Com o resultado, o Tricolor Gaúcho chega à sua 16ª semifinal de Copa do Brasil e segue vivo na busca pelo sexto título da competição em sua história – é o segundo maior vencedor, atrás apenas do Cruzeiro, que já tem seis taças levantadas. Além disso, embolsa uma quantia total de R$ 9 milhões pelo avanço de fase.

Agora, o Grêmio espera o vencedor do confronto entre Athletico-PR e Flamengo, que acontece ainda na noite desta quarta, para conhecer o seu adversário na semifinal. O Rubro-Negro venceu o embate de ida por 2 a 1, no Maracanã. O jogo por uma vaga na grande decisão da Copa do Brasil ainda não tem data nem horário definidos.

Portanto, ambos os clubes voltam suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Pela 15ª rodada, o Esquadrão de Aço visita o Furacão, às 18h30 (de Brasília) do próximo domingo, na Ligga Arena, em Curitiba (PR). Por sua vez, o Tricolor Gaúcho não atua neste fim de semana, já que teve duelo contra o Corinthians adiado. O Timão possui decisão contra o América-MG, pela própria Copa do Brasil, na tarde de sábado, em São Paulo (SP).

O jogo entre Grêmio e Bahia

Jogando diante da sua torcida, o Grêmio foi quem criou a primeira chance de perigo da partida. Logo aos quatro minutos, Suárez acionou Reinaldo, que chutou cruzado, mas mandou para fora. Aos 12, após cobrança de escanteio, Carballo subiu na primeira trave para desviar de cabeça, obrigando o goleiro Marcos Felipe fazer grande defesa e impedir o gol gaúcho.

A resposta do Bahia aconteceu aos 24. Ademir ficou com a bola após chutão da defesa baiana, avançou pela direita e acionou Everaldo na meia-lua. O centroavante chegou finalizando, mas foi bloqueado por Bruno Uvini. Aos 29, o próprio zagueiro gremista foi quem subiu em cobrança de escanteio e cabeceou para o gol, mas a bola passou rente à trave de Marcos Felipe.

Aos 36 minutos, o Tricolor Gaúcho teve um pênalti marcado a seu favor. Bitello fez jogada pela esquerda e teve chute travado pela mão de Acevedo. Cristaldo foi para a cobrança, bateu forte, mas Marcos Felipe acertou o canto e fez grande defesa. Ainda antes do fim do primeiro tempo, aos 49, Everaldo abriu o placar para os baianos. O centroavante recebeu de Kayky e arriscou chute de longe, acertando o ângulo e fazendo o 1 a 0.

Gaúchos buscam empate e se classificam nos pênaltis

Na volta do intervalo, o Grêmio quase empatou o confronto aos sete minutos. Bitello recebeu bola invertida no lado direito, avançou e chutou rasteiro, mas Marcos Felipe fez outra boa defesa. Dois minutos depois, Kayky respondeu para o Bahia. Ele tabelou com Cauly pelo corredor central, mas pegou fraco na bola na hora de bater.

Após mais duas boas chances – uma para cada lado, primeiro Suárez tentou encobrir Marcos Felipe em cabeçada aos 16, e depois Ademir finalizou de longe para defesa de Gabriel Grando aos 22 -, os donos da casa enfim chegaram à igualdade. Aos 26, Ferreira fez bela jogada pela esquerda e tocou para Villasanti, que, dentro da área, chegou batendo para o fundo da rede baiana.

Antes do apito final, os dois clubes, que seguiam buscando o resultado no tempo normal, tiveram oportunidades para marcar o segundo gol. Primeiro, aos 40, Lucas Mugni recebeu de Cauly e arriscou com desvio, fazendo a bola explodir na trave. Aos 41, Ferreira recebeu lindo lançamento de Suárez, mas teve cabeçada defendida por Marcos Felipe. Já aos 43, Ademir chutou da entrada da área e acertou o travessão. Por fim, aos 45, foi a vez de Suárez tentar por cobertura e acertar o poste superior.

Com o empate decretado na etapa regulamentar, a decisão foi para os pênaltis. Reinaldo abriu com acerto para os gaúchos, enquanto Cauly fez para os baianos. Depois, Ferreira fez, mas Bruno Alves acertou o travessão. Pelo lado do Esquadrão de Aço, Everaldo não desperdiçou, mas Cicinho parou em Gabriel Grando.

Finalmente, Villasanti fez para o Grêmio, enquanto Acevedo perdeu para o Bahia. Na cobrança decisiva, Bitello mandou para fora e deixou o adversário vivo no confronto, confirmado com o acerto de Yago Felipe, que levou a disputa para as alternadas. Assim, André marcou para os donos da casa e, com o erro de Gabriel Xavier, os gaúchos ficaram com a classificação à semifinal.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 (4) X 1 (3) BAHIA

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 12 de julho de 2023 (quarta-feira)
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO/Fifa)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO/Fifa) e Leone Carvalho Rocha (GO)
VAR: Rodrigo D Alonso Ferreira (SC)
Público: 35.437
Renda: R$ 3.109.743,00
Cartões amarelos: Carballo (Grêmio); Everaldo, Acevedo, Ryan (Bahia)

Gols
Grêmio: Villasanti (aos 26′ do 2ºT)
Bahia: Everaldo (aos 49′ do 1ºT)

GRÊMIO: Gabriel Grando; João Pedro (Gustavo Martins), Bruno Uvini, Bruno Alves, Kannemann (Ferreira) e Reinaldo; Villasanti e Carballo (Nathan); Bitello, Cristaldo (Vina) e Suárez (André)
Técnico: Renato Portaluppi

BAHIA: Marcos Felipe; Cicinho, Gabriel Xavier, Kanu e Ryan (Matheus Bahia); Rezende, Acevedo e Cauly; Ademir (Yago Felipe), Kayky (Lucas Mugni) e Everaldo
Técnico: Renato Paiva

 

 

 

Outras postagens...

Com gols de Gonçalves e Spice, Nacional vence Amazonas e reassume à liderança do estadual

Paulo Rogério

Humaitá-AC encara o Princesa-AM fora pela Série D, mas técnico admite: “Buscar esse ponto fora de casa”

Paulo Rogério

Copa do Brasil Sub-20: Com um time experiente, presidente do IAPE-MA aposta na vaga diante do Fast

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...