SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Na primeira semi fora com o São Raimundo pela Copa Verde, técnico do Paysandu diz: “Sempre jogamos para vencer”

Após mudanças do local da partida, Tufão da Colina e Papão se enfrentam na Arena da Amazônia.

Foto: John Wesley / Paysandu

Bicampeão da Copa Verde, o Paysandu começa sua caminhada para chegar a mais uma final da competição, mas diferentemente do ano passado quando foi eliminado para o Remo, nas semifinais. Após 20 anos, o Papão encara o São Raimundo, antigo rival da antiga Copa Norte, revivendo a rivalidade entre os dois clubes com grandes jogos na década de 2000. O primeiro desafio da semi, será nesta terça-feira (8), às 20h (21h de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus. A partida de volta acontece no sábado, 12/11, às 17h30 (18h30 de Brasília), no Estádio da Curuzu, em Belém.

Mesmo jogando fora de seus domínios, o técnico Márcio Fernandes, afirmou que o time não muda sua postura ofensiva, mas admitiu que a partida pode apresentar várias situações, na qual o momento vai ditar qual será o procedimento da equipe em campo.

– Todos os jogos do Paysandu, pela tradição e força da sua camisa, sempre joga para vencer. A gente sempre adotou essa política, depois que viemos para o Paysandu, dentro ou fora de casa. A gente sempre procurou jogar nosso futebol e buscando sempre a vitória. Em decisões a gente sabe das dificuldades que vai ser – salientou ao SPORTS MANAUS, mas ainda destacou.

– Tem jogos em que se empata e sai com a alegria de não ter perdido e outros que empata e lamenta de não ter vencido, porque o time foi muito superior. Isso tudo depende do jogo que a gente vai realizar. Nós estamos preparados para isso, os jogadores sabem da importância que tem o jogo. Vamos fazer o nosso melhor – comentou.

De acordo com o treinador, o time amazonense não chegou à toa na semifinal, mas por méritos e pelo elenco de qualidade, que foi montado para a competição.

LEIA MAIS:

– Nós temos informações, procuramos ficar a par do time. A gente sabe que é uma equipe que possui jogadores de qualidade, que jogaram no Manaus e no Amazonas. A gente sabe da dificuldade que vai ser de jogar com o São Raimundo, aqui em Manaus – disse, mas lamentou sobre a polêmica atribuída ao Papão, da mudança da partida, segundo declarações vindas do seu adversário.  

– Criaram uma polêmica sobre o adiamento da partida. Esses problemas de passagens não temos nenhuma culpa disso, mas estão colocando na nossa conta. Isso vai fazer com que o jogo se torne mais difícil, além da rivalidade de anos atrás com a equipe do São Raimundo, sendo muito forte na época, onde fez um time muito forte. O Paysandu sempre fez jogos com essa equipe e sempre foi muito difícil. A gente sabe de tudo isso – ressaltou Márcio.

 

 

 

Outras postagens...

Calleri decide, e São Paulo bate o Flamengo no jogo de ida da final da Copa do Brasil

Paulo Rogério

Manaus sai na frente, mas Amazonas empata no final pelo Amazonense

Paulo Rogério

No primeiro desafio da semi na Série D, técnico do Caxias-RS pega o invicto Ferroviário-CE e diz: “Vai ser um jogo dificílimo”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...