SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Sem revelar nomes, dirigente do Operário diz que o novo técnico será anunciado até o dia 15 deste mês

No estadual deste ano, o Sapão ficou em oitavo lugar na primeira fase, com 14 pontos. 

Foto: Divulgação / Operário

Sem fazer muito alarde, mas trabalhando preliminarmente o planejamento nos bastidores para a disputa do Campeonato Amazonense da Série A de 2023, o Operário já iniciou os preparativos para a definição da equipe, comissão técnica, mas principalmente do novo técnico. No estadual, o Sapão estreia diante do Fast Clube, no dia 28 de janeiro, em local e horário a ser definido pela FAF.

O vice-presidente do Operário, Felipe Santos, sem revelar nomes, afirmou que o futuro treinador deve ser anunciado na primeira quinzena deste mês. Segundo ele, é um profissional que ainda não trabalhou no futebol amazonense.

– A partir do dia 15 de novembro, a gente vai anunciar o próximo treinador do Operário, juntamente com o planejamento do clube. Até dia 28 de novembro, será anunciado para a imprensa e a torcida. O treinador será uma novidade para o futebol amazonense. Ele vem de fora, mas trará um pouco de sua experiência. Ele já teve passagem pelo Campeonato Carioca, com campanhas de acesso na segunda divisão – explicou ao SPORTS MANAUS, mas ainda destacou.

– A vinda dele será de algumas parcerias, que a gente vem trabalhando ao longo do projeto, desde 2012. São indicações, são parcerias, que são acompanhadas pela diretoria, e que está sendo analisada esses nomes. A gente está vendo essa pessoa, que vai contribuir conosco – disse dirigente.

Elenco

Além da negociação com o futuro comandante do Sapão, o dirigente também confirmou a montagem da equipe para o campeonato. De acordo com Felipe, alguns jogadores deste ano serão mantidos, mas outros farão parte, em especial valorizando a prata da casa.

LEIA MAIS:

– A intenção é fechar com 30% dos atletas que participaram do elenco deste ano, mas basicamente até o final de dezembro, a gente fecha todo o time para a disputa de 2023. Tudo indica, que os atletas da região, até o final de dezembro, mas em janeiro com os que vêm de fora, a partir do dia 2 dezembro – completou, mas ainda reforçou.

– Cerca de 10 atletas serão de fora da região, mas toda base é local. Com isso, vamos manter o projeto dos últimos dois anos da divisão de acesso e continuar dando oportunidade aos atletas da região, especialmente de Manacapuru e das cidades em torno. Serão mantidos sete atletas do clube e serão aproveitados jogadores da base do clube, como do Sub-17, Sub-18 e Sub-20 – alertou Felipe.

 

 

 

Outras postagens...

Após goleada em casa, técnico do Ypiranga-RS adota respeito diante do Amazonas na Série C e afirma: “O jogo será muito difícil”

Paulo Rogério

Pela Copa Verde, Fast Clube não resiste e é eliminado pelo Independente-PA

Paulo Rogério

Anunciado como gerente de futebol do Fast, Olavo Dantas começa a traçar seu planejamento para Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...