SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Novo técnico do São Raimundo-PA confessa que não esperava assumir e considera Manaus o mais difícil da Série D

Foto: Assessoria de imprensa do São Raimundo

Na semana que antecede o jogo decisivo com Manaus, pelas oitavas de final do Brasileiro da Série D, o São Raimundo-PA teve uma mudança repentina com a saída de Everton Goiano e a efetivação do auxiliar técnico no comando da equipe, Evandro Benevides, de 55 anos. Irmão do ex-treinador, o novo técnico terá pela frente o desafio de passar pelo time amazonense e avançar mais ainda na competição.

Na equipe do Pantera Negra, desde março deste ano, o goiano Evandro Benevides, já passou pelo Goianésia, Ipora, Treze-PB, Anapolina-GO, Paraupebas-PA e Brasiliense-DF, mas sempre atuou como auxiliar técnico do seu irmão, Everton Goiano.

De Santarém, o novo treinador do São Raimundo, disse ao SportsManaus, que de todos os jogos já realizados até agora na Série D, esse agora com Manaus será o mais importante e o mais difícil pela qualidade do adversário.

Novo treinador disse que será um jogo de 180 minutos e tudo pode acontecer (crédito: Licyana Quesado)

– Com certeza, esse jogo não só é um dos mais difíceis que vamos fazer pela Série D, mas como também o mais importante, porque o próximo jogo é sempre mais importante. A equipe do Manaus vem de uma campanha excelente, com uma invencibilidade de 21 jogos. No geral é o melhor colocado da Série D, e isso mais do que nunca faz com que tenhamos mais respeito pelo adversário – disse, mas ainda alertou.

– Mas a gente tem que saber também que temos condições de surpreender essa equipe do Manaus dentro de campo e jogando futebol. Nós trabalhamos, dando nosso melhor para que possamos alcançar nossa meta de passar para outra fase.

Sobre a saída de Everton Goiano, que é seu irmão e trabalhou com ele em várias equipes, Evandro Benevides, confessou que tudo foi muito rápido e inesperado. Para ele, é um desafio, mas vai procurar não mexer muito no elenco, a pedido do ex-treinador.

– Não esperava assumir, até porque por trabalhar sempre como auxiliar técnico do Everton Goiano e também pela nossa ligação, pois somos irmãos, existe uma certa cumplicidade. Ele teve um problema particular, onde se descolou até Goiânia para resolver. Ele pediu pessoalmente para que continuasse a frente da equipe, foi quando conversando com a diretoria eles decidiram pela minha permanência para evitar muitas mudanças como por exemplo, estilo de jogo, pois queira ou não o time vem fazendo um bom campeonato.

Para Evandro Benevides, mesmo jogando em casa a primeira partida das oitavas de final, não significa que precisa vencer de qualquer maneira, porque são dois jogos e tudo pode acontecer nesse momento da Série D.

– Nessa fase da Série D temos que ter na cabeça que é um jogo de 180 minutos. Temos que levar em consideração também o estilo de jogo, relação do time com a torcida, temperatura, se o campo é neutro ou não, ou seja, tem muitas variantes. Acho que não existe essa obrigação de fazer a vantagem no primeiro jogo, por ser em casa. Temos que sair vencedor de 180 minutos, não importa com dois empates e no final com penalidades, não importa se perde a primeira ou ganha a segunda partida, mas sim sair com resultado positivo – explicou, mas disse que conseguiu tem informações do Manaus pela internet, bem como, os jogadores que passaram pelo clube devem ajudar nesse sentido.

– As informações do Manaus hoje com a internet, não tem como dizer que não conhece uma equipe se não quiser, até porque sou analista de desempenho e trabalho bastante nessa área. A gente procura saber da qualidade de cada jogador, treinadores, suporte dado pela diretoria para equipe a reunir as informações de um modo geral. Conhecemos alguns jogadores como Derlan, Negueba e Martony, enfim, vamos fazer todo esquema em cima disso e não tem hoje como fugir e alegar que não conhece o adversário tendo a TV e a internet para ver isso.

Outras postagens...

Aluno da Escola do Santos Manaus, Vinicius sonha em ser jogador profissional e atuar no Real Madrid

Paulo Rogério

Em jogo marcado por 13 amarelos, três vermelhos e dois pênaltis, São Raimundo goleia o Iranduba pelo estadual

Paulo Rogério

Depois de gestos obscenos, torcedor do São Raimundo se defende e jornalista repudia atitude

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol