SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Sobre vitória na Copa do Brasil diante do Manaus, técnico do Jaraguá-GO diz: “Temos 90 minutos para isso”

Foto: Instagram / Jaraguaec

Em sua primeira participação na Copa do Brasil, o Jaraguá-GO quer fazer história e garantir um bom valor financeiro entre os classificados para segunda fase da competição nacional. Para isso, o Gavião-da-serra encara em casa o Manaus, na quinta-feira, 18/3, às 14h30 (15h30 de Brasília), no Estádio Amintas de Freitas, na cidade de Jaraguá, que fica na microrregião de Anápolis, no Vale do Patrício, em Goiás. Antes do compromisso com Gavião do Norte, o Jaraguá, quarto colocado no estadual no grupo B, com três pontos, encara Goianésia, no clássico do Vale, neste domingo, 14/3, fora de casa.

Preocupado com a situação no regional, o técnico Rafael Toledo, 41 anos, há poucos dias no comando do Jaraguá, também já começa a pensar no time amazonense. Ciente de que precisa vencer em casa para seguir na competição, em razão do regulamento, ele afirma que o time vai trabalhar de forma inteligente para conseguir esse objetivo.

– Como a Copa do Brasil tem uma peculiaridade grande, em função da necessidade de vitória, a gente tem que tratar uma estratégia especifica para esse jogo. Nós temos 90 minutos para isso, a gente vai encontrar um adversário muito competitivo, forte, enfim, baseado nisso temos que está com a mentalidade voltada para isso. A partir desse princípio, vamos encontrar a melhor solução para que a gente faça valer o regulamento de ganhar o jogo, mas repito, temos 90 minutos para isso – comentou ao SPORTS MANAUS.

Recém chegado no Gavião-da-serra, vindo do Real Brasília-DF, Rafael Toledo, acredita que o retorno de Luizinho Vieira ao Manaus, não mexe com a equipe, pelo contrário, pode ser até positivo, por ele conhecer o elenco e os jogadores sua filosofia de trabalho.

– Essa troca de comando na minha opinião é mais positiva, em função do treinador ter conhecimento do grupo, assim como, o time também conhecer seu comandante. Você consegue otimizar o tempo nas suas ideias. Eu vejo como fator positivo nesse momento essa troca, pois o treinador que já trabalhou no clube, já existe uma relação mutua com os atletas. Isso pode facilitar bastante para o técnico do Manaus – pontuou, mas afirmou que ainda está apurando informações do seu adversário.

– A gente está tentando ainda pegar alguma coisa do Manaus, até porque temos um jogo muito importante pelo estadual. Estou voltado totalmente para esse jogo, porém, aos pouquinhos vamos conseguindo mais informações do Manaus. A partir de segunda-feira, em função da partida, aos poucos vamos tentar entender como anda por lá, mas essa troca de comando dificultou um pouco o acesso a mais informações. De qualquer forma, também temos nossas armas para conseguirmos traçar a melhor estratégia – concluiu o técnico.

 

Outras postagens...

Com adversários na primeira fase, Fast Clube-AM enfrenta Sfera-SP, América-RN e Botafogo-SP na Copa São Paulo de Futebol Júnior

Paulo Rogério

No aniversário de 11 anos, Manaus FC vence Humaitá-AC por 1 a 0, mas com fraca atuação na Série D

Paulo Rogério

Com a chapa “Avante Nacional para a vitória”, empresário Deusdeth concorre à presidência do Nacional

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...