SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

“É um recomeço”, diz Carlos Prata em retornar após 14 anos ao São Raimundo e diz que vai trazer reforços

Foto: Reprodução / Face

Depois de quatorze anos, Carlos Prata, 61 anos, está de volta ao comando do São Raimundo. Treinador do Tufão da Colina, na campanha do Campeonato Brasileiro da Série C, em 2006, ele foi campeão invicto do Campeonato Amazonense no mesmo ano, com uma base formado por jogadores locais, em cima do Fast Clube, no saudoso Vivaldo Lima. A última vez que trabalhou no estadual, foi como técnico do Holanda, na temporada de 2015.

De acordo Carlos Prata, o convite foi formulado na quinta-feira (27/2), por um dos empresários que ajuda o São Raimundo, mas ele fechou apenas numa reunião com a diretoria do clube, nesta sexta-feira, 28/2. Atualmente, Prata exercia o cargo de gerente de futebol do Iranduba, mas foi liberado pelo clube para assumir o São Raimundo.

Para o novo comandante do Tufão, a meta agora é trazer reforços para o time para o segundo turno, pois alguns jogadores vão sair e o time vai precisar repor o elenco, mas com contratações que venham somar.

– Temos pretensão de trazer dois atacantes e um meia para ajudar o time. Tem alguns patrocinadores que estão me oferecendo e vou conversar com a direção para fechar essa parceria. São todos jogadores de fora, e podem vir do Piauí, Campina Grande, São Paulo e Rio de Janeiro. Tem até um atacante que jogou no Vasco e dever vir, mas vamos ver isso, porque eles estão vinculados a outros clubes. Vamos verificar se conseguimos a liberação, por causa do tempo de inscrição aqui no estadual – disse Prata ao Sports Manaus.

Depois de algum tempo sem comandar na beira do campo um time profissional, Carlos Prata, considera sua volta ao futebol amazonense como se fosse um reinicio de trabalho. Ele disse que não tinha mais pretensão de trabalhar no profissional, mas resolveu aceitar o convite pela sua identificação e história no clube.

– É um recomeço, um reencontro, é uma nostalgia mas jovem, pois temos uma mentalidade de jovem, bem como, as pessoas jovem que tem no clube. A gente não tinha mais essa proposta de ser treinador, mas sabendo que o São Raimundo tem gente que gosta do clube e tem um trabalho bom, pois somos sócios beneméritos, enfim, tem muitas coisas boas que o São Raimundo deu para nós e não custa nada por uma parceria e um staff melhor. Na verdade, nosso sonho é ver o São Raimundo retornar numa divisão em âmbito nacional – comentou, mas revelou que acompanhou o time no primeiro turno do estadual.

– Acompanhei o São Raimundo nos jogos. Achei que foi bem, mas faltou algumas coisas, como maturidade e não deu para fazer o que eles queriam. Hoje o São Raimundo tem um projeto para se manter a princípio na Série A, depois buscar vaga nas fases finais e quem sabe um título, porque tudo é possível – disse Prata.

Outras postagens...

Manaus atropela o Operário por 4 a 0 e joga com São Raimundo, pelas quartas do Campeonato Amazonense

Paulo Rogério

Com dois de Romarinho, Nacional vence Princesa e assume o segundo lugar no Amazonense

Paulo Rogério

“É um jogo chave”, define técnico do Penarol sobre o Galvez-AC pela Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...