SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

“O Audax tem sempre a obrigação de vencer”, diz técnico sobre jogo com Iranduba pelo Brasileiro Feminino

Foto: DIVULGAÇÃO/ AUDAX

Em 14º lugar na classificação e sem vencer ainda no Campeonato Brasileiro Feminino, o Grêmio Osasco Audax joga com Iranduba, em nono, com três pontos, neste domingo, 1º/3, às, às 14h (15h de Brasília). O jogo válido pela quarta rodada, após o período carnavalesco, será no Estádio José Liberatti, na cidade de Osasco, em São Paulo.

No interior de São Paulo, o técnico Wagner Aparecido de Oliveira, 53 anos, há um ano no clube, afirmou ao Sports Manaus, que a equipe precisa do resultado positivo em casa. Segundo ele, esse é o objetivo para começar uma sequência boa na competição.

– O Audax tem sempre obrigação de vencer. A gente nunca entra no campeonato para participar apenas, sendo em casa ou fora. O Audax não entra para perder, isso é obvio. Dependendo dos times que a gente enfrenta, por exemplo, enfrentamos o Corinthians e jogamos fechados, mas tivemos duas chances claras de gol no segundo tempo. O jogo foi 3 a 0 para o Corinthians, mas poderia ter sido 3 a 2. A equipe é jovem, cascuda, porém, falta experiência, mas não tem jeito. Temos obrigação de ganhar em casa e fora também – explicou o comandante do time feminino do Audax.

Apesar de um início de campeonato não muito bom ocupando as últimas posições na tabela, Wagner Aparecido, sabe que o Iranduba também não está bem, mas afirmou que isso não é uma vantagem. Para ele, a equipe amazonense tem qualidade e pode mudar essa situação.

– A gente não pode dizer que o Iranduba não vem bem também, porque várias equipes do começo do campeonato estão tropeçando. Por exemplo, o São Paulo, o Palmeiras e nós mesmos. O Iranduba é uma equipe como qualquer outra e vai tirar pontos de time grande, pode ter certeza. É um time forte, não posso menosprezar o Iranduba e equipe nenhuma. Dentro de campo tudo pode acontecer, o futebol é fantástico e vamos jogar para vencer, mas sabemos que é uma grande equipe – concluiu, mas ainda afirmou.

– Conheço o Iranduba algum tempo, o pessoal que trabalha no time trabalhou também no Kinderman algum tempo atrás. O Iranduba é uma equipe experiente, que busca sempre atacar veementemente. Nós vamos armar nossa equipe para jogar de igual para igual e buscar a primeira vitória em casa. Isso dará mais confiança a nossa equipe nos próximos jogos – completou Wagner.

Outras postagens...

Nacional realiza primeiro treino para ‘Porto International Cup’, em abril de 2020

Paulo Rogério

Para reverter vantagem, técnico do Iranduba trabalha psicológico para jogo com Inter no Brasileiro Feminino sub-18

Paulo Rogério

“Não tenho motivo algum para contrariar uma decisão que não cabe a mim”, revela Lana rebatendo acusação de ir contra o Naça

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...