SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Pela Copa do Brasil Sub-17, técnico do Cuiabá-MT afirma sobre o jogo com Fast: “Vamos tentar conseguir o resultado”

Treinando desde o ano passado, a garotada do Dourado pretende realizar uma boa campanha na competição nacional da categoria.

Foto: Asscom / Dourado

Jogando em casa e com apoio da torcida, a garotada do Cuiabá-MT vive a expectativa das horas, que antecedem o jogo único com Fast Clube-AM, pela Copa do Brasil Sub-17. A meta é conquistar a vaga a seguir o mais longe possível na competição nacional. O confronto será realizado nesta quinta-feira, 28/4, às 15h (16h de Brasília), no Estádio Eurico Gaspar Dutra, o Dutrinha, no Mato Grosso. Se a partida terminar empatada no tempo regulamentar, o time classificado será decidido na cobrança de penalidades.  

Para o técnico Ernandes Pantaneiro, o fato de jogar em seus domínios, não deixa de ser uma vantagem e naturalmente o time será bem ofensivo, mas resguardadas determinadas situações sobre qualquer revés em campo.  

– Jogando em casa sempre você vai ter a situação de se expor um pouco para buscar o resultado. Todas as equipes que jogam em casa, logico todos sabem, que a obrigação é tentar vencer a partida e aqui não será diferente. Vamos tentar realmente conseguir o resultado, porque só assim vamos avançar de fase – explicou, mas ainda ressaltou. 

– O primeiro objetivo é não tomar o gol, mas tem que se defender bem para depois atacar de uma forma consciente para conseguir fazer o gol e obter uma certa vantagem durante a partida. O time marcando o gol, isso traz tranquilidade, traz mais confiança dentro do jogo. Acho que é importante a gente ter essa situação de buscar o resultado realmente – disse ao SPORTS MANAUS. 

LEIA MAIS:

Sobre o fato de entrar em campo para buscar a classificação, mas tendo também o outro lado, ou seja, acontecer um rumo diferente, que não seja a vaga, o comandante do Cuiabá afirmou, que o time está preparado para isso.

– Bom, acho que entrar numa competição desse nível, você sabe que corre o risco de ser eliminado. Nós estamos falando de uma competição, que é a Copa do Brasil, sendo jogo único, e não tem volta. Isso traz uma situação de correr o risco, mas é uma situação, que temos de correr. A gente vai ser inteligente para jogar, saber a hora de atacar no momento certo, se defender no momento certo para não ser surpreendido – alertou, mas ainda frisou. 

– O objetivo do futebol é fazer o gol e não tomar. Se o time for eficiente, tenho certeza, que a gente consegue isso. Se por acaso não ocorrer dentro do tempo normal, vamos ter que decidir na cobrança de pênaltis. Aí tem o estado emocional, que vai do atleta, do goleiro, enfim, envolve muita coisa, que passa um pouquinho da parte técnica, mas principalmente emocional – garantiu o treinador. 

 

 

Outras postagens...

Na primeira semi, Manauara vence o Princesa por 3 a 1 e fica próximo da final do Campeonato Amazonense

Paulo Rogério

Em evolução, técnico do Fast aposta em vaga diante do Manaus pela semi do Amazonense

Paulo Rogério

Unidos do Alvorada vence Clipper, joga a final da divisão de acesso e garante vaga na Série A do Amazonense de 2024

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...