SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Adversário do JC-AM no BR Feminino Sub-17, técnico do São José-SP, aposta no elenco na competição e diz: “Temos meninas de qualidade”

Pela segunda rodada, as meninas da Águia jogam com o time amazonense, na quarta-feira, 15/11, na Arena Morro das Pedras, em BH.

Foto: Thamires Nogueira/Divulgação

Em busca de uma melhor campanha, quando fez apenas um ponto na 1ª edição, o São José-SP segue sua preparação para o Campeonato Brasileiro Feminino Sub-17 2023, mas com o pensamento de realizar uma boa campanha na competição. As meninas da Águia na primeira fase, estão no grupo A, junto com JC-AM, Internacional e Ceará. A estreia será diante do Ceará, na segunda-feira, 13/11, às 14h (de Brasília), no Estádio Osvaldo Faria, em Belo Horizonte.

De acordo com o técnico Ivan Guedes, sempre é difícil a fase de grupos, pois tem adversários já conhecidos e outros não. Para ele, as dificuldades serão superadas com o trabalho, mas principalmente a recente rodagem das jogadoras na recém disputa da Brasil Ladies Cup Sub-20.

– Realmente é um grupo forte, tem adversários que a gente nunca enfrentou, e conhece pouco e outros adversários já temos uma noção, onde já recebemos o material. Acredito que a Ladies Cup realmente foi uma boa experiência. As meninas estão mais preparadas e acostumadas à competição a nível nacional. Poder contar com essas atletas que jogaram a Ladies, sem dúvida faz com que a gente fique mais otimista em relação a resultados e performance – confessou ao SPORTS MANAUS.

Sobre a expectativa de participar do Brasileirão de base, é sempre um bom momento para qualquer profissional, atletas e o desejo é grande de conquistar bons resultados.

LEIA MAIS:

– A expectativa é muito boa, a gente trabalha muito e temos meninas de qualidade. Espera sim, fazer um bom trabalho, conquistar vitórias, fazer gols e ter um time ofensivo. Claro, que sabemos das dificuldades do campeonato, mas estou indo para a minha terceira experiência no Brasileirão – disse Ivan, mas lembrou da campanha do ano passado, que houve momentos circunstâncias da equipe na competição.

– Em relação ao ano passado, o fato de ter feito um ponto, não reflete o que foi a campanha. Somente no último jogo, pegamos um adversário, do qual acho que a gente foi melhor, mas tivemos problemas com algumas atletas, onde perdi algumas titulares para o último jogo. Com isso, acabamos empatando, mas a ideia é que a gente pontue e busque a classificação agora – salientou o comandante da Águia.   

 

 

 

 

Outras postagens...

Com um trabalho tático e psicológico, Nacional espera reverter vantagem do Manaus na semifinal

Paulo Rogério

Por meio de nota, Fortaleza se posiciona contra suspensão do Campeonato Cearense

Paulo Rogério

Cristiano Ronaldo passa Ali Daei e se torna o maior artilheiro de seleções da história; veja o top 10

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...