SportsManaus
FUTEBOL FUTEBOL AMAZONENSE

Atletas de 15 e 16 anos, realizam sonho pelo CDC Manicoré de jogar profissionalmente na Série B AM

Os jovens atletas disputam a divisão de acesso do AM pela equipe do Bacurau.

Foto: Paulinho (esq.) e Juan (dir.) / Agência Sports Manaus

Qualquer estreia é sempre muito difícil e o nervosismo é algo frequente, mas para o lateral esquerdo, Paulinho, 16 anos, e o ponta direita, Juan, 15 anos do CDC Manicoré, foi especial ao entrar em campo pela primeira vez em uma competição oficial, válido pelo Campeonato Amazonense da Série B. O Bacurau estreou goleando o Clube Desportivo Librade (CDL) por 5 a 1, no último domingo (17), no Estádio Ismael Benigno, a Colina.

Com passagem pela base do Manaus, Sul América e Paramazon, tendo recentemente participado do Campeonato Amazonense Sub-19, o lateral esquerdo, Paulinho, que jogou toda partida contra o Librade, vive um momento muito especial, que começa agora no profissional.

“Para mim é um sonho, porque já vinha trabalhando e me esforçando para esse momento. Quero agradecer a Deus, e aos diretores pela oportunidade de estrear no profissional. Fiz uma boa partida, onde pude ajudar nos dois tempos. É um sonho que realizo, pois tudo foi valorizado com a ajuda de todos”, completou o jovem lateral, que é fã do ex-jogador Roberto Carlos, da Seleção Brasileira, mas ainda frisou.

“Quero agradecer aos meus diretores, ao técnico do clube pela oportunidade e pela confiança do meu trabalho. O técnico confiou em mim, mas tenho certeza, que fiz um bom trabalho. Agora vamos seguir em frente trabalhando com a equipe para buscarmos o acesso à Série A ano que vem”, disse.

LEIA MAIS:

Já o atacante pela direita, Juan, com passagem pela base do Sul América e recentemente disputou também o estadual Sub-19, pelo Bacurau, é também um momento muito especial. Para ele, que entrou aos 20 minutos do segundo tempo contra o Librade, é algo que vai ficar marcado para sempre em sua carreira.

“Primeiramente quero agradecer a Deus, ao treinador e ao diretor Júnior Mendes pela confiança. É um sonho realizado de criança, não apenas meu, mas de todos que sonham em ser um jogador de futebol. Agora é seguir em frente, e quem sabe alcançar meu sonho de ir para a Europa”, salientou, mas ainda citou.

“O treinador conversou comigo, disse para me acalmar e apenas jogar. Eu penso continuar aqui em Manaus, fazer um bom trabalho, e se Deus quiser ir para alguma equipe profissional. Tenho o apoio da família, dos amigos, mas principalmente muita oração para seguir em frente com meu sonho”, completou.  

 

 

Outras postagens...

Nos pênaltis, Fast vence Rio Negro e leva Torneio Início “Leão Braúna”, na Arena da Amazônia

Paulo Rogério

Fast deixa escapar a vitória e fica no empate com o Vilhenense-RO pela Série D

Paulo Rogério

Para explicar sumiço, Branco diz que São Raimundo-AM realizou pagamento

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol