SportsManaus
FUTEBOL FUTEBOL AMAZONENSE

Em tratamento da Covid-19, técnica da Venezuela afirma sobre torneio em Manaus: “É importante para a seleção nacional”

Técnica Pamela Conti em tratamento da Covid-19 não viajou a Manaus, mas acompanha de longe o desempenho da equipe no Torneio Internacional

Foto: Divulgação / Federación Venezolana de Fútbol

Em repouso na cidade de Maracaibo, a técnica da equipe feminina da Venezuelana, a italiana Pamela Conti, 39 anos, em tratamento do novo coronavírus, não viajou para o Torneio Internacional, que reúne Brasil, Índia e Chile, em Manaus. Na abertura da competição, na quinta-feira (25), as meninas do selecionado Vinotinto perderam na estreia para o Chile por 1 a 0. A competição serve de preparação da Venezuela para a Copa América, que será realizada na Colômbia em 2022 e a Copa do Mundo.

Com exclusividade ao SPORTS MANAUS, mesmo em tratamento da Covid-19, Pamela Conti, atendeu ao portal esportivo para uma rápida entrevista. Para ela, que trabalhar há dois anos na Seleção Venezuelana, o torneio é uma chance de utilizar novos talentos para observar melhor, porque a seleção terá pela frente competições oficiais. 

– É importante para a seleção nacional disputar esses torneios de alta demanda, a fim de ter mais contato e experiência internacional para poder conhecer o nível da competição e conseguir uma vaga para a Copa do Mundo – explicou Pamela, mas ainda citou que a federação realiza um trabalho para buscar novos talentos.

– Estamos recrutando em todo o país, em busca de novos talentos para ter uma identidade forte desde a base – explicou a treinadora que afirmou que está reagindo bem ao tratamento, mas lamentou muito não poder participar do torneio, mas disse que confia muito no trabalho da comissão técnica e das jogadoras que representam a Venezuela, sob o comando do auxiliar técnico, Vincenzo Conti.

Dados 

Pamela Conti, 39 anos, natural da Itália, já trabalha há dois anos no comando da Seleção Venezuelana, mas jogou por 16 anos na Seleção Italiana de Futebol. Como jogadora, atuou de atacante em alguns clubes como: Torres (Itália), Levante, Espanyol  (Espanha), Buffalo (Estados Unidos), Zorky (Rússia) e Eskilstuna (Suécia).

 

Outras postagens...

Presidente em exercício da FAF confirma calendário do estadual e justifica: “CBF estipulou a janela de competição”

Paulo Rogério

Após 20 anos, Ray volta ao AM para realizar sonho dos pais

Paulo Rogério

Com gol no final, Princesa-AM empata com Gurupi-TO e precisa vencer no jogo da volta pela Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol