SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Esposa do presidente do Nacional, Luana Medeiros faz história ao ser diretora financeira e diz: “É uma emoção muito grande de estar abrindo portas”

A dirigente é advogada e vai conduzir um cargo importante fora de campo para conquistar bons resultados na temporada de 2023.

Foto: Deborah Melo / Nacional FC

Como diz a célebre frase “Por trás de um grande homem, sempre tem uma grande mulher”, assim podemos definir a esposa do presidente do Nacional FC, Luana Medeiros, de 27 anos, que vai comandar o departamento financeiro do Leão da Vila Municipal. Graduada em direito, a dirigente se torna a primeira mulher a ocupar a pasta e faz história nos mais de cem anos do Naça, na função de diretora financeira. O Mais Querido terá pela frente o Campeonato Amazonense da Série A e o Brasileiro da Série D em 2023.

Feliz pela oportunidade, não por ter apenas um laço matrimonial com o mandatário do Nacional, mas pela abertura que se abre dentro do clube, a Dra. Luana Medeiros, considera uma grande conquista.

– Com certeza, eu me sinto muito lisonjeada em poder talvez ser uma inspiração para que mulheres se encorajem e tomem a frente de cargos não como esse, mas que adentrem de forma mais ampla dentro do ambiente do futebol – comentou ao SPORTS MANAUS, mas ainda reforçou.

– É uma emoção muito grande de estar abrindo portas para que as mulheres se sintam confortáveis para assumir cargos como esses e dentro desse ambiente, que é predominantemente masculino. E estar exercendo pela primeira vez e assumindo um cargo dentro de um clube de futebol, sinto-me com a importância de fazer com que as mulheres se encorajem a seguir o mesmo caminho – comemorou.

LEIA MAIS:

Pronta para encarar o desafio, mas principalmente capaz de desempenhar sua função administrativa extremamente importante para conseguir bons resultados dentro de campo, a dirigente azulina salienta que o trabalho será um aliado dos objetivos da equipe dentro de campo.

– Será de forma organizada, direcionada e com a administração correta dos recursos que chegam para nós administrarmos o clube. Por conta da facilidade de acesso e comunicação, mas em relação a administração e desempenho do trabalho do clube, bem como todos os outros, a gente vai desempenhar esse papel – justificou Luana.