SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Segundo do grupo 1, Ji-Paraná-RO tem jogo ‘chave’ com o Fast Clube pela Série D

Foto: André Janjácomo / Ji-Paraná-RO

Em segundo lugar pelo critério de desempate, mas com a mesma pontuação do líder, com sete pontos, o Ji-Paraná tem um jogo decisivo com o Fast Clube, com o único objetivo de assumir a liderança do grupo 1 do Campeonato Brasileiro da Série D. A partida pela 5ª rodada, será neste sábado, 10/10, às 16h (17h de Brasília), no Estádio Municipal Antônio Abreu Bianco, o Biancão, em Ji-Paraná, no interior de Rondônia.

Ciente da importância do jogo com um dos concorrentes a uma das vagas dentro do grupo e na liderança, o técnico Bruno Monteiro afirmou que o Galo da BR está preparado para encarar o time amazonense, sabendo que não pode deixar escapar a chance de conquistar os três pontos.

– Penso que o jogo tem o mesmo peso dos demais de pontos corridos. Temos que estar sempre pontuando, principalmente nos jogos dentro de casa, em mantermos uma consistência, uma regularidade de somar o máximo de pontos possíveis. Nós sabemos que hoje estamos dividindo a liderança do grupo, juntamente com o Fast, mas com detalhe que nos coloca na segunda posição. Estamos extremamente conscientes da importância do jogo, principalmente para que possamos nos manter no G4, em um grupo extremamente equilibrado – alertou ao SPORTS MANAUS.

Bruno disse que o Fast é uma equipe extremamente qualificada (Foto: Lucas Vinicíus / Ji-Paraná-RO)

Tendo pela frente o segundo melhor ataque da Série D, com 10 gols, o comandante do Ji-Paraná, também lembrou que sua equipe também realiza uma boa campanha até agora no campeonato. Para ele, não será nada fácil esse compromisso dentro de casa.

– Sabemos que a equipe do Fast é extremamente qualificada, bem treinada, consistente, tem alguns atletas que chamam a atenção pela qualidade e função que vem exercendo nos quatro primeiros jogos. Nós temos todo mapeamento e todo estudo do Fast. Além disso, nossa equipe possui entre as 64 da competição, a 12ª melhor defesa do campeonato. Será um confronto de extremo equilíbrio – comentou Bruno, mas ainda frisou.

Após duas vitórias consecutivas, o treinador já consegue ver uma evolução do elenco. Para ele, mesmo em jogos desfavoráveis, o time mostrou que tem potencial e condição de buscar o resultado em campo.

– Temos tido uma evolução em termos de resultados com relação as duas primeiras rodadas da competição. Em uma análise geral, nós temos tido boas performances, mesmo quando o resultado positivo não veio. Por exemplo, lá em Vilhena, apesar de estar com oito atletas, nós tivemos uma performance em alto nível. Nós terminamos o jogo e tivemos algumas oportunidades, porém, não conseguimos transformar em gols – justificou e afirmou que o tende a melhorar mais ainda.

– Temos o retorno do Watthimen, mas com a chegada do Maranhão o nosso setor ofensivo cresceu. Nós temos hoje atletas importantes, e até então não tínhamos, mas com poder de decisão maior, e consequentemente, obtivemos os dois resultados positivos em sequência. Isso gera uma confiança para todo grupo e temos totais convicções que faremos mais um grande jogo e consistente para sair com mais um resultado positivo – concluiu Bruno Monteiro.

 

Outras postagens...

Com público decepcionante, falha do goleiro e péssima atuação, Amazonas perde para o Sport, na estreia no Brasileiro da Série B

Paulo Rogério

Adversário do Manauara na estreia da Série D, Vaguinho Santos e comissão deixam o Rio Branco-AC, após derrota no estadual

Paulo Rogério

Com tempos distintos, Manaus faz dois, Nacional empata, mas resultado garante Gavião na final do Amazonense

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...