SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Técnico do Treze-PB reconhece bom retrospecto do Manaus em casa, mas diz que o Galo quer a vitória na Série C

Foto: Cassiano Cavalcanti / Treze-PB

Vencer o primeiro jogo e quebrar a invencibilidade do adversário em casa, é o principal motivo do Treze-PB para encarar o Manaus, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, nesta segunda-feira, 14/9, às 17h (18h de Brasília), na Arena da Amazônia Após consegui seu primeiro ponto em casa diante do Remo, o único pensamento é pontuar mais ainda para sair da últimas posições.

Apesar das dificuldades e o momento não muito bom da equipe na competição, o técnico Moacir Júnior, afirmou ao SPORTS MANAUS, que o Galo sabe do bom retrospecto do adversário em casa, mas acredita no grupo em um bom resultado

– Sem dúvida nenhuma, o retrospecto do Manaus aqui é fantástico. Todo mundo que joga aqui vem com a expectativa de poder quebrar esse bom retrospecto, mas principalmente nossa equipe que está em um momento de conseguir um bom resultado para subir na tabela. A gente espera fazer um jogo de inteligência, muito competitivo e através de boas ações ser merecedor de um bom resultado – explicou.   

Com apenas um ponto no grupo A e penúltimo colocado, Moacir Júnior, disse que o grupo só pensa em uma virada dentro do campeonato e avançar na classificação.

Galo treinou na tarde deste domingo, pela Série C (Foto: Cassiano Cavalcanti / Treze-PB)

– Pedimos aos atletas mais atenção, mais foco do início ao final do jogo, mas principalmente nos enchendo da vontade muito grande de reverter esse momento, que não deixa ninguém satisfeito. Espero que possamos fazer um grande jogo e saímos com um bom resultado. Para isso, vamos lutar muito durante esse noventa minutos – completou, destacou seu compromisso diante da equipe.

– O futebol é coletivo, mas assumo a responsabilidade de tudo que a gente faz. Eu assumo a responsabilidade com todos, e agora essa má campanha, eu assumo a responsabilidade de não estar conseguindo fechar os jogos como a gente vem projetando e executando, entre 30 a 35 minutos do segundo tempo – afirmou.

De acordo com o treinador, nem sempre os números que estão na tabela, significa que o time é superior ou inferior. Para ele, o time vai superar as adversidades para conseguir a recuperação no campeonato.

– É uma coisa que tem nos deixando muito chateado e preocupado. A questão de estar construindo bons jogos e com palcar favorável, até a reta final do jogo.  A gente vem assolado por infelicidades, e isso, tem custado uma melhor pontuação na tabela – conseguiu

Outras postagens...

Com gol de pênalti, São Raimundo vence Unidos do Alvorada e garante vaga nas quartas de final do Campeonato Amazonense

Paulo Rogério

Sobre o Bragantino-PA fora de casa pela Série D, técnico do Fast define: “Vamos buscar a vitória”

Paulo Rogério

Em estreia no cenário nacional, Amazonas vence Humaitá-AC fora de casa pela Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...