SportsManaus
NOTÍCIAS

Com dois de Kauã, Brasil vence a primeira no Sul-Americano sub-17 e é líder do grupo A

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – São Paulo, SP – 01/04/23 | 20:23 – 01/04/23 | 21:38

Foto: Rafael Ribeiro / CBF

O Brasil conquistou sua primeira vitória no Campeonato Sul-Americano sub-17 na noite deste sábado. Diante do Chile, no estádio Christian Benítez, em Guayaquil, a partida terminou 3 a 0, com dois gols de Kauã Elias, atacante do Fluminense, no primeiro tempo e um de Da Mata, do Grêmio, no final da etapa complementar.

No primeiro jogo do torneio, a Seleção tinha empatado em 2 a 2 com o Equador, com os dois tentos marcados por Kauã, artilheiro até agora. Com esse resultado, a Amarelinha alcançou a liderança do grupo A, com quatro pontos conquistados.

Nesta fase da competição, três das cinco equipes da chave avançam para o hexagonal final, que será disputado no Quito. Os quatro melhores times da competição garantem vaga na Copa do Mundo Sub-17, que será disputada no Peru.

O jogo

O técnico Phelipe Leal mandou a campo uma escalação com Phillipe Gabriel; Vitor Gabriel, Vitor Reis, Da Mata, Souza; Matheus Ferreira, Luiz Gustavo Bahia, Dudu; Lorran, Rayan e Kauã Elias.

O duelo se desenhou de bastante estudo por parte dos brasileiros, que não conseguiam quebrar as linhas do adversário e, com muita posse de bola, não criavam.

Até que, aos 29 minutos, Kauã recebeu e mandou na trave, mas com pouco tempo para lamentar, já que, na continuação da jogada, ele recebeu cruzamento certeiro de Dudu e estufou as redes, abrindo o marcador em Guayaquil.

O tento deu confiança à equipe, que, aos 33, arriscou finalização de fora da área com Lorran, nas mãos do goleiro chileno. Até que, dois minutos depois, Rayan, pelo lado esquerdo, cruzou na medida para Kauã, que, de primeira, fez seu segundo tento no duelo.

Após o intervalo, o primeiro lance de perigo aconteceu aos seis minutos, quando Rayan cobrou falta perigosa no canto direito do goleiro, para fora. Depois disso, a Seleção acabou dando alguns espaços para o Chile, que teve uma chance de diminuir a diferença aos 13 minutos.

O jogo teve o ritmo desacelerado, com poucas chances de perigo criadas. No entanto, aos 43 minutos, Da Mata deixou o dele de perna esquerda e deu os números finais da partida.

 
 
 
 
 

Outras postagens...

Flamengo tem seis atletas que podem assinar pré-contrato com outros times; veja lista

Paulo Rogério

Flamengo multa Pedro e tira atacante de jogo contra o Olimpia, pela Libertadores

Paulo Rogério

Ingressos com preços elevados favorecem a elitização do futebol

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...