SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Em sua reestreia, técnico do Paysandu busca vitória contra o Manaus na Série C para entrar no G4

Foto: Jorge Luiz/Paysandu

Depois de ter sido demitido ainda no Campeonato Paraense em março, o técnico João Brigatti, reestreia no comando do Paysandu diante do Manaus, pelo Campeonato Brasileiro da Série C, visando não apenas mudar a atual situação do time na tabela, mas garantir uma das vagas no grupo A, na próxima fase da competição. O jogo pela 13ª rodada, será neste sábado, 31/10, às 18h (19h de Brasília), no Estádio Mangueirão, em Belém.

Jogando em casa e precisando de um bom resultado, o comandante do Papão afirmou que o resultado é fundamental para as pretensões do time de ficar entre os quatro primeiros do grupo, mas sabe que o adversário vem de duas vitórias consecutivas. Para ele, isso torna o confronto muito difícil.

– Sem dúvida. O Felipe Albuquerque, nosso diretor de futebol, até comentou no começo da semana que esse é um jogo de um milhão de pontos, porque as duas equipes têm o mesmo objetivo que é chegar ao G4. É um confronto direto importantíssimo na briga por esse G4 e também para uma futura classificação na competição – explicou, mas está ciente do atual momento do Paysandu.

– Sabemos que a situação não é simples, mas também não é tão complicada como parece. Temos um grupo qualificado, e é esse grupo que pode nos tirar dessa situação de afastamento do G4. Mas é como eu falei desde quando cheguei, temos que pensar sempre jogo a jogo, começando por esse desafio dificílimo que vai ser contra o Manaus, uma equipe embalada na competição e que tem muita qualidade – alertou ao SPORTS MANAUS.

Como todo recomeço é difícil, João Brigatti, admitiu que conta a seu favor o conhecimento de uma boa parte do elenco do Papão. Segundo ele, isso é importante e vai ajudar muito para conseguir o objetivo na reta final da primeira fase.

– Eu já trabalhei com mais de 80% desse grupo aqui mesmo no próprio Paysandu. Os outros, se não trabalhei, joguei contra. Temos atletas de muita qualidade no elenco. Só eles podem colocar o time em uma condição melhor na tabela. Qualidade para isso eles têm, e muita. Confio nesse grupo e isso me deixa mais otimista para buscarmos uma melhor pontuação na tabela.

 

Outras postagens...

“Fazer uma grande Copa Verde”, afirma Marinho em sua segunda passagem no comando do São Raimundo

Paulo Rogério

Com um time jovem, técnico do Ypiranga-AP afirma sobre o Fast na Série D: “É difícil estrear fora”

Paulo Rogério

Árbitra da final da Série D em 2019, Edina Alves da FIFA, apita Brusque-SC e Amazonas na decisão da Série C

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...