SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

Bruno Mezenga brilha, e Água Santa vence Palmeiras em 1º jogo da final do Paulistão

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – São Paulo, SP – 02/04/23 | 18:06 – 02/04/23 | 18:56

Foto: Divulgação /Esporte Clube Água Santa

O Água Santa saiu na frente na final do Campeonato Paulista. Neste domingo, o time de Diadema foi valente e conseguiu vencer o Palmeiras por 2 a 1 no primeiro jogo da decisão, na Arena Barueri. Os dois gols do Netuno foram marcados por Bruno Mezenga, centroavante e capitão da equipe. Endrick balançou as redes para o Verdão.

As equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, dia 9, quando fazem o jogo de volta da final. Desta vez, a partida acontece no Allianz Parque, com mando do Verdão, e a bola rola a partir das 16 horas (de Brasília).

Antes disso, o Palmeiras vira a chave para a sua estreia na Copa Libertadores. Na quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), a equipe de Abel Ferreira encara um altitude de 3.600 metros para enfrentar o Bolívar, em La Paz.

 

O jogo

A partida começou aberta em Barueri, e o Palmeiras teve a sua primeira boa oportunidade aos 5 minutos. Dudu recebeu pelo lado direito e fintou a marcação para bater cruzado e forçar o goleiro Ygor Vinhas a fazer grande defesa.

Mais tarde, aos 12 minutos, o camisa 7 do Verdão apareceu bem mais uma vez ao arriscar de fora da área, mas o goleiro do Água Santa defendeu de maneira segura. Pouco depois, aos 18, Ygor Vinhas foi exigido novamente, dessa vez impedindo o gol palmeirense na finalização de Breno Lopes.

Com o controle do jogo, o Palmeiras seguiu pressionando em busca de abrir o placar. Aos 21, foi a vez de Gabriel Menino parar no arqueiro adversário, ao invadir a área pela direita. O Água Santa respondeu no minuto seguinte, após contra-ataque, mas o cruzamento de Luan Dias passou por toda a área e não chegou em Bruno Mezenga, que estava livre.

Depois disso, a partida teve duelos mais quentes, e as oportunidades diminuíram. Contudo, na reta final, o Água Santa se impôs até largar em vantagem. Aos 42, o Netuno teve a sua melhor chance até então, quando Lucas Tocantins arrancou livre e invadiu a área, mas viu a sua finalização desviar em Marcos Rocha e sair pela linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Bruno Mezenga subiu mais alto no meio da zaga palmeirense e desviou de cabeça para abrir o placar

Segundo tempo

Na volta para o segundo tempo, Abel Ferreira renovou o fôlego da equipe com as entradas de Vanderlan e Endrick nas vagas de Piquerez e Breno Lopes. E não demorou muito para brilhar a estrela do jovem centroavante do Verdão.

Logo aos sete minutos, após cobrança de escanteio, Endrick estava bem posicionado na segunda trave e pegou a sobra do desvio de Zé Rafael para apenas empurrar para a rede e empatar o jogo. Em jejum até então, o garoto marcou o seu primeiro gol na temporada.

Depois do gol palmeirense, a partida ficou equilibrada mais uma vez. Contudo, Água Santa imprimiu uma blitz e quase voltou a ficar em vantagem. Aos 19, Lucas Tocantins tirou Weverton da jogada e bateu para o gol vazio, mas mandou para fora. Pouco depois, aos 21, Bruno Mezenga finalizou de dentro da área e obrigou o goleiro palmeirense a fazer a defesa. No lance seguinte, Bruno Xavier finalizou cruzado e acertou a trave.

O Palmeiras voltou a equilibrar a partida, mas encontrava dificuldade para furar a defesa adversária. Apesar de rondar a área do Água Santa, o Verdão pouco finalizava para levar perigo ao Netuno. Assim, a equipe palmeirense permitiu que o adversário crescesse novamante na reta final.

Já nos acréscimos, Bruno Mezenga recebeu em profundidade e tocou na saída de Weverton para anotar o gol da vitória do Água Santa.

FICHA TÉCNICA
ÁGUA SANTA 2 X 1 PALMEIRAS

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 2 de abril de 2023, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Edina Alves Batista
Assistentes: Neuza Inês Back e Alex Ang Ribeiro
VAR: José Cláudio Rocha Filho

Gols: Bruno Mezenga, aos 43 do 1ºT e aos 48 do 2ºT (Água Santa); Endrick, aos 7 do 2ºT (Palmeiras)
Cartões amarelos: Didi, Marcondes, Igor Henrique, Bruno Mezenga, Reginaldo (Água Santa); Gabriel Menino (Palmeiras)

ÁGUA SANTA: Ygor; Reginaldo, Marcondes, Didi e Gabriel Inocêncio; Thiaguinho (Kady), Igor Henrique (Cristiano) e Luan Dias (Patrick Allan); Lucas Tocantins (David), Júnior Todinho (Bruno Xavier) e Bruno Mezenga.
Técnico: Thiago Carpini.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez (Vanderlan); Zé Rafael (Jailson), Gabriel Menino (Fabinho) e Raphael Veiga; Rony, Dudu (Giovani) e Breno Lopes (Endrick).
Técnico: Abel Ferreira.

 

 

 

Outras postagens...

Ciente das dificuldades do Campeonato Amazonense, técnico do Iranduba afirma: “Todo jogo será uma final”

Paulo Rogério

Na estreia de Luizinho Vieira, Amazonas vence Volta Redonda e segue na luta pelo acesso à Série B de 2024

Paulo Rogério

Técnico do Juventude-MA diz que obrigação de vencer é do Amazonas e afirma: “Vamos como franco atirador”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...