SportsManaus
OUTROS ESPORTES

Hipismo: Brasil vence etapa francesa da Copa das Nações de saltos

Da redação do Sports Manaus, com informações – Publicado em 10/06/2023 – 13:51 Por Lincoln Chaves – Repórter da EBC – São Paulo

Conjuntos superam Suécia, campeã mundial e olímpica por equipes

Foto: © 2Clac/Divulgação CBH

A equipe brasileira de saltos conquistou, nesta sexta-feira (9), a etapa de La Baule (França) da Copa das Nações de hipismo. O quarteto formado pelos cavaleiros Marlon Zanotelli, Yuri Mansur, Stephan Barcha e Rodrigo Pessoa superou, no desempate, as seleções da Bélgica, bronze nos Jogos de Tóquio (Japão), em 2021, e Suécia, atual campeã mundial e olímpica.

Marlon foi o primeiro a competir em La Baule, montando Grand Slam VDL. Eles cometeram um erro na primeira passagem pelo circuito com obstáculos e nenhum na segunda. Mesmo desempenho de Yuri, com Miss Blue-Saint Blue Farm. Stephan e Chevaux Primavera Montana Império Egípcio tiveram uma falta por volta. Já Rodrigo, campeão olímpico, não cometeu falhas, tendo Major Tom como montaria. Os brasileiros alcançaram o mesmo resultado que Bélgica e Suécia e forçaram um desempate, com cada equipe escalando um de seus conjuntos para uma rodada extra pela pista.

O técnico do Brasil, o suíço Philippe Guerdat – que levou a seleção francesa de saltos à medalha de ouro nos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016 – escolheu Marlon e Grand Slam VDL. Eles concluíram o percurso em 31s39. O belga Wilm Vermeir também fez uma volta perfeita, mas em 31s88, ficando atrás do conjunto brasileiro. O campeão mundial Henrik von Eckermann cravou 30s52, mas, como cometeu uma falha, deixou a Suécia no terceiro lugar.

O evento serviu de preparação para os Jogos Pan-Americanos de Santiago. Os três países que forem ao pódio na disputa em solo chileno terão vaga na Olimpíada de Paris (França), em 2024. A equipe que representará o Brasil no Pan será definida até 1º de setembro, com seis conjuntos (cinco titulares e um reserva).

O Brasil foi ao pódio olímpico três vezes no hipismo, sempre nos saltos. Nos Jogos de Atlanta (Estados Unidos), em 1996, o país foi bronze por equipes, com Rodrigo Pessoa, Doda Miranda, André Johannpeter e Luiz Felipe de Azevedo, repetindo a medalha quatro anos depois, em Sydney (Austrália). Já na edição de Atenas (Grécia), em 2004, Pessoa conquistou o ouro na disputa individual, beneficiando-se da punição do conjunto do irlandês Cian O’Conner, por doping.

Edição: Juliana Andrade

 

 

 

 

 

 

Outras postagens...

Seleção é convocada para o Mundial de Halterofilismo paralímpico

Paulo Rogério

Bárbara Santos vence na estreia e vai às quartas do Mundial de Boxe

Paulo Rogério

Brasil é prata na disputa por equipes na ginástica artística feminina

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...