No Câmara Esportiva, dirigente da FAF afirma que vai solicitar do governo a liberação de 20% de torcedores na final do estadual

319

Foto: João Normando / FAF

Em entrevista ao programa Câmara Esportiva, na Rádio Câmara 105,5 FM, na tarde desta sexta-feira, 23/4, o diretor de competições da FAF, Roberto Peggy, afirmou que vai tentar junto ao governo do Estado, a liberação de torcedores na final do Campeonato Amazonense. Há pouco mais de um ano sem a presença de público nos estádios, em razão do isolamento social, devido a pandemia da Covid-19, os times sentem falta do chamado ‘12 jogador’ vindo das arquibancadas. 

De acordo com o dirigente da federação, a entidade vai manter contato com os representantes do poder público, para saber da possibilidade da liberação ou não de público na grande final do campeonato.

– A federação pode sim, na próxima semana fazer um movimento junto ao governo do Estado para fazer uma solicitação, para que na final a gente consiga ter pelo menos de 10% a 20% de público autorizado no estádio. A partir daí, vamos montar um planejamento, uma operação para realmente termos nessa final pessoas testadas ou vacinadas no estádio – explicou ao SPORTS MANAUS

Segundo Roberto Peggy, os dirigentes dos clubes classificados nessa fase do mata-mata, anseiam pela presença do torcedor na decisão. Ele afirmou que isso não depende das autoridades responsáveis, mas principalmente do atual momento da pandemia.

– Depende também do momento, a gente não pode também presumir se vai ficar um cenário melhor na segunda quinzena de maio. A gente torce que os números estejam controlados, que a vacinação avance, que não venha uma terceira onda, mas que haja um entendimento das pessoas da responsabilidade de manter a segurança nos estádios. Vamos apelar para o bom senso dos governantes e órgãos de segurança. Isso é até um pedido dos presidentes de clubes, principalmente os que chegaram nessa fase. Eles querem ter alguma renda e a presença de público, para que seja um momento especial – disse, mas ainda citou.

– A federação vai fazer um movimento para solicitar do governo a liberação de público na final da competição, que será na Arena da Amazônia. Se vai ser autorizado, vai depender de uma série de fatores, mas a gente precisa provocar o governo sobre isso – mencionou Peggy.

 



I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.