SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Novo técnico do São Raimundo considera um grande desafio assumir o clube, mas afirma: “É uma equipe que precisa voltar à elite”

O treinador comandou a equipe do Caeté no Campeonato Paraense da Série A.

Foto: @matheusvieiraph

Anunciado na semana passada como novo técnico do São Raimundo para o Campeonato Amazonense da Série B, Emerson Almeida, 35 anos, em Belém, já iniciou seu planejamento, junto com a diretoria do clube para a montagem do elenco e da comissão técnica. O Tufão da Colina faz a abertura do estadual com o Clube Desportivo Librade (CDL), no dia 17 de julho, às 15h30 (16h30 de Brasília), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste da cidade.

O treinador, que disputou o Campeonato Paraense da Série A, pelo Caeté, considera uma grande oportunidade de trabalhar em uma equipe tradicional no Amazonas.

– Com certeza, é um grande desafio por se tratar de uma equipe de tradição, uma equipe gigante do Norte do país, que tem uma torcida exigente. Estamos buscando montar um elenco competitivo para que o torcedor se sinta representado dentro de campo. Sabemos da tradição, que tem o São Raimundo, é uma equipe que precisa voltar à elite do futebol estadual e precisa voltar a brilhar no cenário nacional – comentou ao SPORTS MANAUS, mas ainda destacou.

– Nós vamos trabalhar arduamente e incansavelmente para isso acontecer, em que a gente possa colocar o São Raimundo no seu lugar, ou seja, na primeira divisão, que é brigando novamente pelas competições nacionais. A gente pede ao torcedor, que acredite, que dentro de campo nós daremos a vida se preciso for para colocar o São Raimundo onde ele merece estar – concluiu.

Pela primeira vez no futebol amazonense, Emerson Almeida, afirmou que isso não será um problema, pois já conhece muito bem o futebol local e suas particularidades, o que não será um problema para sua adaptação.  

LEIA MAIS:

– Conheço muito bem o futebol daí. Sempre estamos estudando, acompanhando as competições, fazendo a análise de jogos, enfim, creio que a adaptação não vai ser o problema. Já obtive informações de alguns atletas, que já estão fechados com o clube. Como eu falei, a adaptação não será o problema – concluiu, mas disse que deve começar os treinos no dia 14 deste mês.

– O tempo de trabalho será ideal, pois teremos em torno de 30 dias de pré-temporada, até a data da estreia. É um tempo em que vamos criar a nossa identidade, implantar a nossa metodologia de trabalho, nosso modelo de jogo para que a gente venha se Deus quiser no dia da estreia alinhado para fazer uma grande competição.  

 

 

 

 

Outras postagens...

Com dois de Emerson Bacas e gol que Pelé não fez, Fast vence Iranduba por 3 a 0, pelo estadual 2020

Paulo Rogério

Com dois a menos e Gustavo Henrique no gol, Corinthians busca empate contra o Palmeiras nos acréscimos

Paulo Rogério

De volta ao Remo, técnico tem pouco tempo para a estreia na Copa SP, mas aposta na experiência do time: “Essa rodagem vai ajudar muito”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...