SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Técnico do Audax diz que meta é ficar no G8 na partida com Iranduba pelo Brasileiro Feminino da A1

Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória

Em sexto lugar com 16 pontos na tabela, o Grêmio Osasco Audax busca se manter no G8 diante do Iranduba, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A1. A partida será neste domingo, às 17h (18h de Brasília), no estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste da cidade. Na rodada anterior, as meninas Vermelhinhas perderam para o São José-SP por 1 a 0.

Com passagem por São Bento, Tupã, Osasco FC, União Barbarense, mas pela primeira vez no feminino, o treinador Vitor Mosca, 43 anos, no comando da equipe desde maio, disse que a meta é ficar entre as oito na classificação geral, mas mostra preocupação com Iranduba, que precisa vencer em casa.

– Nosso objetivo é permanecer no G8 para conseguir essa tão sonhada classificação e vamos em busca de permanecer isso. O atual momento delas, não é positivo, porque é uma equipe que busca sair dessa situação desconfortável que se encontra, e nós buscamos permanecer no G8. É um jogo de muita dificuldade, muita entrega, onde tanto para nós, quanto para elas é muito importante – comentou ao SportsManaus.

Sem muito tempo de recuperação, depois da partida na última quinta-feira (11/7) quando foi derrota em casa para o São José, o treinador admite sua preocupação com fator físico, mas confia no poder de recuperação do elenco, para isso, foi feito um estudo.

– Sim, nós tivemos um jogo de intensidade muito alta e tivemos uma viagem para Manaus, onde sabemos as dificuldades que vamos encontrar. Trabalhamos com fisioterapeuta e o preparador físico com as jogadoras que jogaram, mas vamos em busca dos três pontos. Eu e o analista Caio, estudamos o Iranduba nos últimos jogos, mas o foco maior é se preocupar com a nossa equipe, corrigir o que erramos contra o São José e buscar melhorar a nossa evolução para fazer um grande jogo – completou.

De acordo com Vitor Mosca, na medida em que o campeonato vai afunilando, agora todos os jogos são encarados como uma verdadeira decisão, pois todos vão brigar para ficar entre os oito classificados para próxima fase.

– Com certeza, para mim desde quando cheguei no clube, os dois jogos do Campeonato Paulista, na qual a equipe não tinha chance nenhuma, eu tratei como decisão, até porque devido a característica de trabalho de competividade muito grande, nós gostamos sempre jogar para vencer – finalizou.

Outras postagens...

Com jogos em várias categorias, Festival das Escolinhas de Futebol do Amazonas/Roraima faz história em Presidente Figueiredo

Paulo Rogério

EXCLUSIVO: Para iniciar bem a temporada com o apoio da torcida, dirigente do Flamengo revela: “Os atletas se sentem bem de voltar”

Paulo Rogério

São Raimundo supera favoritismo do Parintins, empata no tempo normal, vence nas penalidades e é finalista do Campeonato Amazonense

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...