SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Depois de badernaço da torcida, frio e neblina, Manaus perde para o Caxias-RS e decide vaga em casa à Série C

Foto: Luiz Erbes/S.E.R. Caxias

Com um time bem postado em campo, mas depois de sofrer com badernaço da torcida na madrugada, frio e neblina, o Manaus acabou perdendo para o Caxias-RS por 1 a 0, na primeira partida pelas quartas de final, do Brasileiro da Série D. O jogo foi realizado na tarde deste domingo, 14/7, no estádio Centenário, na cidade de Caxias do Sul, no interior do Rio Grande do Sul.  O gol do Falcão Grená foi marcado por Michel, aos 13 minutos de jogo, mas o time gaúcho perdeu a chance de ter ampliado com Rafael Gava, na cobrança de penalidade no final da partida.  

Com resultado, o Gavião do Norte precisa vencer com dois gols de diferença para garantir a vaga na Série C do ano que vem. Se repetir o placar deste domingo, a definição será na cobrança de penalidades. A partida de volta será no sábado, 20/7, às 15h (16h de Brasília), na Arena da Amazônia, na capital amazonense.

Depois de sofrer sua segunda derrota na temporada, desde quando assumiu o Manaus, ainda no estadual, o técnico Welington Fajardo, em entrevista a Rádio Caxias, disse que o adversário seria muito difícil, mas admitiu que a vaga está em aberto com placar mínimo nesse primeiro jogo.

– A gente tinha estudado muito o jogo do Caxias, sabia que todos os gols deles saíam na retomada de bola e na velocidade. Como é uma equipe de muita qualidade soube fazer, mesmo nós sabendo que eles iriam fazer isso, por isso, se percebe o quando é difícil jogar com essa equipe que chegou com méritos e vem crescendo na competição. O jogo está em aberto com esse placar de 1 a 0, com 2 a 0 seria difícil e 3 a 0 quase impossível. Nós temos cem por cento de aproveitamento em casa, mas temos que fazer por merecer o resultado – explicou Fajardo, mas acredita que o Caxias vai sofrer com forte calor amazônico, assim como o Manaus sentiu o baixa temperatura do sul.

– Saímos de Manaus com 33 a 35 graus, um abafamento, onde eu que sou mineiro e há cinco meses na cidade não me acostumei ainda. Isso é um fator importante, da mesma forma que fomos prejudicado nessa aclimatação que tivemos do frio, tenho certeza, que serão submetido a esse clima quando chegar a Manaus vão sentir. Sou professor de Educação Física, e a adaptação ao frio é melhor ao calor, ou seja, pode ser um fator positivo, mas se tiver o calor e não jogar bola, não adianta, porque o principal é jogar futebol.   

Para o jogador Michel, que marcou ainda no primeiro tempo o gol da vitória do Caxias, o resultado foi muito importante, pois o time precisa vencer em casa para ter uma vantagem na partida de volta, em Manaus.

– A gente respeita o adversário, mas impõe o nosso ritmo, e foi assim hoje com Manaus dentro de casa, com Cianorte e com o Avenida. Acho que estamos no caminho certo e numa crescente para conseguir o acesso. Hoje podemos colher o que estamos plantando nos treinamentos e no dia a dia. Esse gol é um mérito não somente meu, mas do treinamento, do trabalho e todo conjunto que é nosso grupo. Se não levarmos o gol na partida de volta, esse será o gol do acesso – contou.

Ficha técnica:

Jogo: Caxias-RS 1×0 Manaus

Motivo: Campeonato Brasileiro da Série D / Quartas de final / Jogo de ida

Local: Estádio Centenário – Caxias do Sul/RS 

Horário: 15h Manaus (16h de Brasília)

Árbitro: Raphael Claus FIFA (SP)

Árbitros Assistentes: Bruno Raphael Pires FIFA (GO) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)

Gol: Michel, 13min 1ºt (Caxias)  

Caxias-RS: Lee, Muriel, Jean, Thiago Sales, Eduardo Diniz (Raphael Soares), Marabá, Foguinho, Rafael Gava, Wagner, Taiberson (Márcio Jonatan) e Michel. Técnico: Paulo Henrique Marques

Manaus: Jonathan, Pelezinho, Spice, Patrick, Negueba, Panda, Derlan, Hamilton, Rossini (Márcio), Vandinho (Jean) e Mateus (Dolem). Técnico: Welington Fajardo.

Outras postagens...

No confronto de líderes, Sul América vence Cliper e fica isolado na tabela do Amazonense sub-16

Paulo Rogério

Recém chegado a Manaus, técnico Hugo Macedo tem primeiro contato com o elenco do 3B da Amazônia

Paulo Rogério

Técnico do Paysandu diz que respeita Nacional, mas encara Copa Verde como prioridade

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol