SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

São Paulo não supera retranca do Água Santa no Allianz Parque e é eliminado nos pênaltis

Da redação do Sports Manaus, com informações da GAZETA ESPORTIVA – Marcelo Baseggio – São Paulo, SP – 13/03/23 | 22:19 –  13/03/23 | 22:55

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O São Paulo tentou, mas não conseguiu confirmar seu favoritismo diante do Água Santa nesta segunda-feira, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Em partida disputada no Allianz Parque, já que o Morumbi está alugado para os shows da banda Coldply, o Tricolor tentou de tudo para furar a retranca adversária, mas acabou decidindo a classificação nos pênaltis, vendo o time de Diadema levar a melhor por 6 a 5.

Com o resultado, o São Paulo se despede do Paulistão precocemente, se juntando ao Corinthians como as decepções desta fase do Estadual. O Água Santa, por sua vez, agora se prepara para encarar o Red Bull Bragantino na semifinal.

Do outro lado da chave, Palmeiras e Ituano duelarão pela vaga na grande decisão do Campeonato Paulista. O Verdão terá a responsabilidade de confirmar seu favoritismo para ir em busca do bicampeonato estadual.

O jogo

O São Paulo não teve grandes dificuldades contra o Água Santa na etapa inicial. Logo aos quatro minutos, o time comando por Rogério Ceni teve sua  primeira boa chance de abrir o placar com David, que soltou uma bomba da entrada da área, por cima do gol. Mais tarde foi a vez de Luciano receber livre e bater colocado, mas também faltou pontaria ao camisa 10 tricolor.

Alan Franco foi outro são-paulino que não balançou as redes por um detalhe. O zagueiro ficou com a sobra após bola levantada na área, chutou para o gol e ainda contou com o desvio da defesa adversária antes de carimbar o travessão.

Aos 17 minutos, porém, o São Paulo sofreu um baque. Galoppo sentiu o joelho esquerdo e prontamente pediu substituição, dando lugar a Erison. O argentino deixou o gramado chorando e teve de ser carregado até o vestiário, já que mal conseguia andar.

Mesmo sem seu principal jogador neste início de temporada, o São Paulo seguiu mandando no jogo, mas faltou capricho na conclusão das jogadas. Aos 23, por exemplo, Wellington Rato recebe pela direita, invadiu a área com a bola dominada e rolou para David, que, inexplicavelmente, completou para fora.

Antes do intervalo Luan ainda teve uma boa oportunidade após Welington chegar na linha de fundo pela esquerda e rolar para a entrada da área, de onde o volante bateu de primeira, para fora. Mais tarde, foi a vez de Luciano fazer o desarme já no campo de ataque e servir David, que, viu o goleiro rival defender seu arremate.

Segundo tempo

O São Paulo teve mais dificuldades para criar no segundo tempo. A primeira boa oportunidade de gol aconteceu apenas aos 14 minutos, quando Nestor ficou com o rebote após levantamento na área e soltou o pé de primeira, mandando para fora.

Pouco depois foi a vez de David perder uma chance cara a cara com o goleiro após ficar com a sobra praticamente na entrada da pequena área, mas o árbitro já havia marcado impedimento do atacante tricolor.

Não satisfeito com o desempenho de sua equipe, o técnico Rogério Ceni decidiu promover mudanças aos 20 minutos, acionando Alisson e Méndez nas vagas de Erison e Luan. A dinâmica do jogo, porém, permaneceu a mesma, com o São Paulo tendo bastante dificuldades para furar o bloqueio defensivo adversário.

Posteriormente, Pablo Maia e Caio Paulista substituíram David e Wellington Rato, que acusou algum incômodo físico. Só que minutos depois dessas alterações, Welington também sentiu fortes dores, recebendo atendimento médico. O lateral-esquerdo, porém, conseguiu voltar a campo no sacrifício, passando a jogar no ataque.

Pênaltis

Água Santa: Bruno Mezena (gol); Reginaldo (gol); Patrick Allan (gol); Patrick Brey (gol); Gabriel Inocêncio (errou); Kadi (errou); Thiaguinho (gol)

São Paulo: Luciano (gol); Alisson (errou); Alan Franco (gol); Pablo Maia (gol); Caio Paulista (gol); Nestor (gol); Méndez (errou).

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 (5) X (6) 0 ÁGUA SANTA

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 13 de março de 2023, segunda-feira
Horário: 20h (de Brasília)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias de Araújo
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa e Luiz Alberto Nogueira
VAR: Daiane Muniz dos Santos

Público: 39.545 torcedores.
Renda: R$ 3.277.089,00

Cartões amarelos: Luciano (São Paulo); Bruno Mezenga, Rodrigo Sam, Patrick Allan (Água Santa)

SÃO PAULO: Rafal; Nathan, Alan Franco, Beraldo e Welington; Luan (Méndez), Nestor e Luciano; Wellington Rato (Caio Paulista), David (Pablo Maia) e Galoppo (Erison) (Alisson).
Técnico: Rogério Ceni.

ÁGUA SANTA: Ygor Vinhas; Reginaldo, Didi, Rodrigo Sam e Joilson (Marcondes); Thiaguinho, Igor Henrique (Kadi), Luan Dias (Patrick Allan) e Bruno Xavier (Patrick Brey); Lucas Tocantins (Gabriel Inocêncio) e Bruno Mezenga.
Técnico: Thiago Carpini.

 

 

 

Outras postagens...

Na estreia do Brasileiro Feminino A2 com 3B da Amazônia, técnica do Botafogo-PB alerta: “A gente vai enfrentar uma excelente equipe”

Paulo Rogério

Com falta de pontaria, JC-AM é goleado pelo Minas Brasília-DF, pela terceira rodada do BR feminino Sub-20

Paulo Rogério

Aclamado novo presidente da Acpea, Jefferson Oliveira afirma dentre algumas propostas: “Buscar patrocínios”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...