SportsManaus
FUTEBOL FUTEBOL AMAZONENSE SÉRIE D

Sobre o Penarol pela Série D, técnico do Ypiranga-AP define: “Nossa briga mais direta”

No primeiro turno dentro do grupo, o Ypiranga empatou com o Penarol em 1 a 1, em Itacoatiara, mas espera em casa conquistar os três pontos 

Foto: Divulgação

Um jogo decisivo dentro de casa para entrar no G4 e um confronto direto com uma das equipes que lutam por vagas no Campeonato Brasileiro da Série D. Assim pode ser definida a partida do Ypiranga-AP, em sexto lugar, com oito pontos diante do Penarol-AM, em quarto lugar no G4, com 11 pontos. O confronto válido pela nona rodada da divisão de acesso, será no domingo, 1º/8, às 18h local,  no Estádio Zerão em Macapá. 

Com uma vasta experiência no futebol brasileiro, com passagem por 40 clubes, o técnico Ari Grecco, de 70 anos, afirmou que o Clube da Torre não resta outro resultado que não seja a vitória em casa. 

– Sim, estamos a três pontos do Penarol e agora nossa briga mais direta é com o time amazonense. Temos a oportunidade de jogar em casa para reverter esse processo. A diferença é essa, e temos a oportunidade do confronto direto. Além disso, também temos ainda seis jogos, ou seja, sendo possível fazer 18 pontos – explicou ao SPORTS MANAUS, mas já viu o time amazonense jogar.

– As informações que tenho do Penarol são do primeiro turno. Eu estive presente em Itacoatiara, só não na beira do campo, mas já estava contratado. Acompanhei a delegação e vi todos os jogos. A equipe é muito boa tecnicamente, um time de toque, mostrou no jogo muito equilíbrio e nós conseguimos um ponto fora. Quem sabe, a gente repita a boa apresentação lá em Itacoatiara e consiga suplantar dentro de nossos domínios – completou o experiente treinador. 

Na reta final para definição de quem vai conquistar uma das vagas no grupo e seguir sonhando com o acesso à Série C do ano que vem, o Ypiranga tem seu foco também voltado para o Campeonato Amapaense. Segundo Ari Grecco, o grupo tem que se superar para conseguir seus objetivos nas duas competições.

– Esse é justamente o maior adversário, o calendário e a tabela. A equipe está em duas competições e as viagens são longas. Não temos mais tempo para treinar, acabamos conversando no aeroporto e indo para o estádio. A viagem do Penarol não é diferente pra cá, porque jogamos lá e sabemos das dificuldades de chegar até em Itacoatiara, isso desgasta muito. Mas temos que tirar também proveito do desgaste deles, que tiveram que fazer essa viagem – alertou o comandante do Clube da Torre. 

 

Outras postagens...

Here’s Why Your Salad May Not Be The Most Healthy Meal

Paulo Rogério

“Estamos concentrados e determinados”, disse técnico do Rio Branco-AC sobre jogo decisivo com Manaus pela Série D

Paulo Rogério

Fluminense vence, fica a um ponto do G6 e deixa o São Paulo próximo ao Z4 do Brasileirão

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol