SportsManaus
Agência Sports ManausCOPA DO BRASILFUTEBOL

Ciente das dificuldades diante do Paysandu fora, técnico do Sport diz sobre o jogo na Copa do Brasil Sub-17: “A ideia é buscar a vitória”

Foto: Tiago Pavão/ Sport Recife

Com o objetivo de repetir a mesma campanha da temporada anterior, quando chegou na semifinal, o Sport-PE segue com seu objetivo e tem pela frente no primeiro desafio das quartas de final, o Paysandu fora de casa. O confronto será nesta quinta-feira, 4/4, às 16h (de Brasília), no Estádio da Curuzu, em Belém. O jogo que vai definir o classificado, será na quarta-feira, 10/4, às 15h (de Brasília), no Estádio Arthur Tavares de Melo, em Bonito/PE.

Sabendo que vai enfrentar um adversário de muita tradição da região Norte, apesar de jogar fora de casa, o treinador Erick Luchetti, prega respeitabilidade, mas conhece muito bem a qualidade do seu elenco para sair com um grande resultado.

– A gente está sempre com a ideia de buscar a vitória a todo momento. Foi assim a competição toda, e nas competições que a gente vem disputando. Esse ano, já teve outra competição, que colocamos o nosso DNA no esporte, ou seja, de buscar a vitória sempre, independentemente de quem seja o adversário ou de onde vamos jogar, mas sempre respeitando o adversário – sintetizou ao SPORTS MANAUS, mas ainda citou.

– Sobre o desafio fora de casa, eu prego muito aos meus atletas para respeitar muito o adversário A gente sabe do peso que tem a camisa do Paysandu, um time super tradicional, que revelou vários atletas, que sempre competem bem nas competições. A gente respeita, mas para quem tem um objetivo traçado como nós temos, independentemente de onde for o jogo, vamos estar jogando para representar bem a camisa do Sport – concluiu Erick.

Além da qualidade do adversário, outro fator que é muito relevante, é a força do Papão de jogar em casa muito forte, mas disse que o grupo está acostumado a jogar diante das diversas dificuldades possíveis em qualquer competição.

– Sim, nós sabemos da força do Paysandu, principalmente com o fator casa. É uma equipe muito forte quando joga na Curuzu. A gente vem estudando, vem analisando seus pontos fortes, mas também tentando enxergar suas fragilidades. A gente sabe que hoje futebol é muito estudado, assim como a gente mapeou e analisou, eles também, com certeza analisaram os nossos jogos – completou o treinador.

 

Outras postagens...

Com brilho de Pedro, Flamengo vence o Vasco novamente e está na decisão do Carioca

Paulo Rogério

Palmeiras toma virada no fim com time reserva, e Bragantino assume vice-liderança do Brasileiro

Paulo Rogério

Manaus empata com Ypiranga-RS, continua na luta pelo acesso e tem jogo decisivo com Tombense-MG

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...