SportsManaus
COPA DO BRASILFUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

Mesmo com a vantagem, técnico do Flamengo alerta sobre o Flu-PI pela Copa do Brasil Sub-20: “Não garante a vaga”

No primeiro compromisso em casa, a garota do Mengão venceu por 3 a 1, na Gávea.

Foto: Gilvan de Souza / CRF

Com uma vantagem garantida no primeiro jogo, pelas quartas de final da Copa do Brasil Sub-20, quando venceu em casa o Fluminense-PI, o Flamengo enfrenta na partida de volta o Tricolor do Nordeste, mas com boas chances de classificação. O confronto será neste domingo, 23/10, às 15h (de Brasília), no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, no Piauí. No primeiro jogo, o Fla bateu seu adversário por 3 a 1, na Gávea, no Rio de Janeiro.

Mesmo com o bom resultado na partida anterior, o técnico Mário Jorge, afirmou que não comemora qualquer resultado antes do término da partida. Segundo ele, o futebol é decidido em campo e o time não muda sua postura tática.

– O resultado em si não garante nada. Por mais que tenhamos tido um resultado positivo no Rio, e tenhamos conseguido trazer para cá essa vantagem, ela ainda não garante a vaga na semifinal. Por DNA, o Flamengo não tem como segurar o resultado, não joga com o placar debaixo do braço. Nós vamos buscar a vitória e jogar da mesma forma que jogamos todos os jogos da temporada – explicou ao SPORTS MANAUS.

De acordo com o comandante da garotada do Mengão, apesar do peso da camisa, da estrutura da base do clube no cenário nacional, no futebol o que vale mesmo é o trabalho realizado em campo para suplantar as dificuldades e conquistar bons resultados.  

LEIA MAIS:

– Não acredito em pressão, não acredito em obrigação de vencer. Temos um respeito muito grande pela equipe do Fluminense-PI. É um belo trabalho que vem sendo desenvolvido aqui pelo Totonho, que é o treinador da equipe adversária. Eles já vêm colhendo bons resultados, eliminaram o Bahia e o ABC nas fases anteriores, e têm muitos méritos por já garantirem uma vaga entre os oito melhores da competição – salientou, mas ainda citou.

– Acredito em um jogo muito difícil, porque no Rio já foi muito difícil, muito disputado. E que a gente consiga fazer uso da vantagem que trouxemos para cá, pois pode gerar um pouco de ansiedade e nervosismo no adversário, e a gente pode aproveitar isso – completou Mário.

 

 

 

Outras postagens...

Presidente da Ceaf alerta sobre a inscrição do Curso de Arbitragem, que vai até o final deste mês

Paulo Rogério

Água Santa elimina Red Bull Bragantino nos pênaltis e decide título paulista com o Palmeiras

Paulo Rogério

Em jogo intenso, Manauara e Princesa empatam e mantém invencibilidade no Amazonense

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...