SportsManaus
COPA DO BRASILFUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

Para conseguir a vaga contra o Galvez-AC, pela Copa do Brasil Sub-17, técnico do Real-RR afirma: “Trabalhamos em cima do ataque e da defesa”

Foto: bs_oficial rr

Após um período da pré-temporada e jogos preparatórios, a Associação Esportiva Real-RR está pronto para sua estreia na Copa do Brasil Sub-17, mas principalmente visando fazer uma boa partida para seguir na competição de base. A garotada do Quadricolor enfrenta o Galvez-AC fora de casa, nesta quinta-feira, 29/2, às 18h local, no Estádio Florestão, em Rio Branco-AC.

Com apenas 21 anos, Gilberto Júnior, que não conseguiu seguir na base como jogador, pode ser considerado o treinador mais jovem do futebol brasileiro. O comandante do Real tem ciência do grau de dificuldade jogando fora de seus domínios, mas aposta na boa preparação do grupo.

– A gente sabe que um jogo fora de casa tem uma importância dupla, porque a gente chega na casa do adversário sem torcida, com um clima diferente, mas a equipe do Real se preparou psicologicamente, taticamente e fisicamente da melhor forma. A gente pode garantir que vai chegar para fazer o melhor jogo possível. Podemos dizer, que estamos motivados de jogar da melhor forma possível – alertou ao SPORTS MANAUS.

De acordo, com o jovem treinador do Real, seria importante qualquer tipo de informação do seu adversário, mas confessou que teve dificuldades, porém, isso não vai atrapalhar o que foi planejado para conseguir a vaga, em Rio Branco.

– Confesso que foi meio difícil. Acredito que não mostram muito o trabalho deles. Isso é corretíssimo, claro, eu até admiro isso, porque é uma equipe que não mostra muito seus pontos fracos e não tem muitas informações. Através das poucas informações que tivemos, a gente trabalhou bastante, trabalhamos em cima do ataque e da defesa – comentou, mas ainda frisou.

– Posso dizer que a nossa equipe está pronta para enfrentar o Galvez. Independentemente de qualquer dificuldade do clima ou estádio, isso não vai nos abalar. Foi difícil taticamente estudar a equipe do Galvez, porém, não foi um trabalho sem sucesso, mas que tem resultados – justificou o treinador.