Para superar o Manaus, técnico do Ji-Paraná-RO aposta no fator motivacional do elenco na Copa Verde

143

Foto: Divulgação / Ji-Paraná-RO

No primeiro compromisso da temporada com pouco tempo de preparação para encarar seu primeiro adversário, o Ji-Paraná-RO, tem pela frente a boa equipe do Manaus FC, em jogo único pela Copa Verde. A partida será realizada nesta quinta-feira, 21/1, às 14h30 (15h30 de Brasília), no estádio Ciro Machado do Espírito Santos, o Defelê, no Distrito Federal. Se o confronto terminar com empate no tempo regulamentar, a vaga para as oitavas de final, será na cobrança de penalidades.

Ciente da qualidade do Gavião do Norte, tendo uma base montada e que disputa a terceira divisão nacional, o técnico Bebeto Amorim, acredita no potencial do grupo para superar o time amazonense.

– O fator motivacional dos jogadores é disputar a Copa Verde hoje, e está defendendo o Ji-Paraná, já é um motivo. O jogador que está acostumado a jogar tem que estar preparado, assim como, eu estou preparado como treinador de futebol. Os jogadores só de vestir a camisa, defender as cores do clube e disputar a competição, é uma motivação muito grande – explicou ao SPORTS MANAUS, mas gostou de certa forma da alteração de local.

– A mudança de local e sem a presença de público, tira teoricamente a vantagem de jogar em casa do Manaus. Dependendo de onde iriamos jogar, minha equipe está preparada. Futebol é 11 contra 11, onde dentro de campo vai prevalecer a vantagem, a tática, o comportamento de nossos jogadores, mas com certeza, essa mudança de local ajudou muito – comemorou.

Mesmo com tempo reduzido para realizar seu planejamento, o treinador acredita que o trabalho realizado até aqui foi suficiente para conseguir a vaga, sem contar com a experiencia do elenco.

– Com certeza, o tempo foi muito curto, mas desafios foram feitos para serem vencidos, não vai ser o problema. O Manaus com certeza, tem uma base, mas também temos aqueles jogadores que são acostumados a jogar na Série C, D e na própria Copa Verde, não vai ter problema. Nossa preocupação é o entrosamento e a parte física, pois isso depende de qualquer coisa, sendo a parte mais difícil de qualquer equipe – finalizou.

 



I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.