SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Pela segunda rodada da Copa SP, técnico do Sfera-SP tem jogo decisivo com o Fast Clube-AM, mas revela: “Tende a ser muito difícil”

O Raio Amado venceu no primeiro jogo o Botafogo-SP por 1 a 0.

Foto: @edisant

Após a boa vitória na estreia e líder do grupo 17, com três pontos, o Sfera-SP só pensa em conquistar mais um bom resultado e carimbar de vez a vaga na próxima fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Pela segunda rodada, a garotada do Raio Amado, enfrenta o Fast Clube-AM, que empatou no primeiro jogo. A partida será realizada neste domingo, 7/1, às 13h (de Brasília), no Estádio Amadeu Mosca, na cidade de Salto.

Com a chance de acompanhar de perto o Tricolor de Aço, o técnico Miguel Pila, disse que analisou bem seu adversário, mas espera muitas dificuldades, pois o confronto tem características de uma decisão.

– Nós conseguimos ver uma parte in loco do jogo do Fast Clube contra o América, mas também vamos trabalhar em cima de vídeos para analisar bastante o adversário. O Fast conseguiu fazer um jogo equilibrado contra o América, teve chances para fazer o gol, se mostrou um time sólido, consistente e com jogadores de qualidade. Vai nos exigir bastante concentração, uma estratégia bem clara para esse jogo, que tende a ser muito difícil, já que para o Fast também vale classificação, com um ponto que eles têm – analisou ao SPORTS MANAUS.  

De acordo com Pila, a vitória na abertura da Copinha deixou o grupo muito mais confiante para o segundo jogo, o que gera uma expectativa positiva para conquistar três pontos, porém, cada partida é uma história diferente.

LEIA MAIS:

– Com certeza, a vitória na estreia nos traz confiança. Nós sabemos do peso do fator emocional na competição com as características da Copa São Paulo, mas um jogo não tem relação com o outro – frisou o treinador, mas ainda reforçou.

– Nós mantemos o foco de fazer um grande jogo novamente com o Fast. Vai ser uma equipe muito difícil de ser batida, mas estamos também preparados. Estamos pensando jogo a jogo, e a classificação será como consequência de boas atuações – contou Miguel.

 

 

 

 

 

Outras postagens...

De olho nos três pontos na estreia da Série D, técnico do Trem-AP encara o Manaus e avisa: “Dentro de casa é sempre uma obrigação”

Paulo Rogério

Dirigente do Nacional lamenta datas do Amazonense, mas revela que o ideal seria um mês de intervalo para a Série D

Paulo Rogério

Amazonas empata com o Nacional sem gols e disputa pela primeira vez a final do Campeonato Amazonense

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...