SportsManaus
COPA DO BRASILFUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

São Paulo bate o Palmeiras de virada e garante resultado para avançar de fase na Copa do Brasil

Da redação do Sports Manaus, com informações – Lance! – Alexandre Guariglia – Publicada em 13/07/2023 – 22:09 – São Paulo (SP)

Tricolor saiu atrás no placar, mas buscou a virada na casa do Verdão para se classificar na semifinal da competição nacional

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O São Paulo venceu o Palmeiras por 2 a 1, nesta quinta-feira (13), no Allianz Parque, e garantiu vaga na semifinal da Copa do Brasil. Depois de vencer o primeiro jogo no Morumbi por 1 a 0, o Tricolor chegou a ficar atrás no placar na casa do rival com gol Piquerez, mas virou o jogo com Caio Paulista e David no segundo tempo e repetiu o cenário da edição de 2022.

Agora o Tricolor aguarda a definição do confronto entre Corinthians e América-MG, que acontece no sábado (15), para saber quem será seu adversário na próxima fase. O time mineiro saiu na frente em Belo Horizonte com o placar de 1 a 0, agora o Timão precisa reverter o placar em casa.

> HOMENAGENS! Antes do jogo, apesar do caráter decisivo, ambos os clubes fizeram homenagens. O Palmeiras usou o telão do Allianz Parque para lembrar de Gabriela Anelli, que morreu na segunda-feira (10) vítima de uma confusão entre torcedores palmeirenses e flamenguistas. Já o elenco do São Paulo prestou seu carinho a Pablo Maia, que perdeu o pai na quarta (12) e desfalcou o time no clássico.

> GOL ESPÍRITA! No momento em que o Tricolor mais levava perigo, com direito a defesa importante de Weverton, o Verdão “achou” o gol que abriu o placar. Piquerez tentou o cruzamento para área, mas o bola pegou uma curva que enganou a todos no estádio, principalmente o goleiro Rafael, que não conseguiu evitar que rede balançasse. A impressão é que até os jogadores demoraram para perceber o que aconteceu.

> EMPATE RELÂMPAGO! Na volta do intervalo, o São Paulo optou por tocar mais a bola e preservar mais a sua posse, enquanto o Palmeiras seguia seu ímpeto de buscar outro gol em lances velozes. Em uma das trocas de passe do Tricolor, a zaga do Verdão vacilou duas vezes no mesmo lance e Caio Paulista limpou a marcação para balançar a rede logo aos três minutos da segunda etapa.

– VAR POLÊMICO! O São Paulo chegou ao segundo gol no Allianz Parque, mas o placar não se alterou. Wellington Rato cruzou para a área e Calleri, de cabeça, no segundo pau, balançou a rede. Acontece que a arbitragem de campo viu falta de Diego Costa em Zé Rafael e anulou o gol. O VAR chamou Anderson Daronco para revisar o lance no VAR, porém o árbitro seguiu com a decisão anterior.

– PÁ DE CAL! Com o Palmeiras inofensivo e baqueado depois de tomar o gol de empate, o São Paulo virou ainda mais dono do jogo e aproveitou da inoperância do rival. Depois de lançamento do goleiro Rafael, Juan ajeitou a bola para David, que tirou da marcação e chutou na saída de Weverton. Era o segundo gol são-paulino, que garantia a virada, a vitória e a classificação para a semifinal.

PRIMEIRO TEMPO

Precisando reverter o placar, o Palmeiras começou em cima do São Paulo, como era esperado. Embalado pela torcida, o Verdão tinha volume de jogo, mas não conseguia ser perigoso o suficiente para se aproximar do gol. O tempo foi passando e o Tricolor conseguiu equilibrar a situação, deixando o cenário ainda mais favorável, pois também conseguia assustar o rival. A melhor chance foi com Caio Paulista, que parou em grande defesa de Weverton. Quando a situação parecia crítica para o Alviverde, Piquerez conseguiu fazer um gol “sem querer” e colocou o time da casa na frente. A arbitragem gerou reclamações de ambas as partes e saiu vaiada pelo torcedor palmeirense ao ir para o vestiário.

SEGUNDO TEMPO

O São Paulo voltou do intervalo com outra postura, valorizando a posse de bola e trocando passes, o que deixou o Palmeiras incomodado e sem saber sair desse estilo de jogo. Não demorou muito para a zaga alviverde vacilar e permitir aos são-paulinos a possibilidade de empatar. Logo aos três minutos, Caio Paulista limpou a marcação e tocou na saída de Weverton. Apesar das mudanças de Abel Ferreira, o Verdão sentiu o baque e não conseguiu reagir, permitindo até o segundo gol tricolor no fim do jogo, marcado por David.

O QUE VEM POR AÍ

Com o resultado, o São Paulo vence no placar agregado por 3 a 1 e se garante na semifinal da Copa do Brasil. Enquanto isso, o Palmeiras fica apenas com Brasileirão e Libertadores para disputar na temporada. O Tricolor aguarda o vencedor do confronto entre Corinthians x América-MG para saber quem será seu adversário na fase seguinte. Enquanto isso, no domingo (16), o Tricolor recebe o Santos, e o Verdão vai até Porto Alegre para enfrentar o Internacional, ambos os jogos pelo Brasileiro.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 x 2 SÃO PAULO
Local:
 Allianz Parque, São Paulo (SP)

Data e hora: 13/7/2023, às 20h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (Fifa/RJ) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)
VAR: Wagner Reway (Fifa/PB)
Público e Renda: 41.451 torcedores/R$ 4.012.195,93
Cartões amarelos: Mayke (PAL) Luan, Caio Paulista, Dorival Júnior, Luciano e Alisson (SAO)
Cartões vermelhos: –
Gols: Piquerez (33’/1ºT) (1-0), Caio Paulista (3’/2ºT) (1-1), David (43’/2ºT) (2-1)

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Marcos Rocha, aos 33’/2ºT), Luan, Gustavo Gómez e Piquerez; Zé Rafael (Gabriel Menino, aos 25’/2ºT), Richard Ríos (Jhon Jhon, aos 33’/2ºT) e Raphael Veiga; Dudu (Luis Guilherme, aos 19’/2ºT) Rony e Endrick (Flaco López, aos 19’/2ºT). Técnico: Abel Ferreira.

SÃO PAULO: Rafael; Rafinha, Arboleda, Diego Costa e Caio Paulista; Gabriel Neves (Luan, aos 27’/2ºT), Rodrigo Nestor (Méndez, aos 36’/2ºT), Wellington Rato e Alisson (David, aos 27’/2ºT); Luciano (Michel Araújo, aos 27’/2ºT) e Calleri (Juan, aos 41’/2ºT). Técnico: Dorival Júnior.

 

Outras postagens...

Apesar da dificuldades na Série D, técnico do Fast define sobre o Castanhal-PA: “Precisamos da vitória”

Paulo Rogério

Em casa diante do Manaus pela Série C, zagueiro do Botafogo-SP avisa: “Somar os três pontos”

Paulo Rogério

No clássico Rio-Nal, Nacional sai na frente, mas o Rio Negro empata nos acréscimos na abertura do Campeonato Amazonense

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...