SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

“É importante pontuar e fazer bastante gols”, disse técnica do Santos sobre Iranduba pelo Brasileiro Feminino

Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Com uma das melhores campanhas do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino A1, em segundo lugar com 30 pontos, apenas atrás do Corinthians, mas pelo critério de desempate, o Santos tem na partida com Iranduba a chance de conquistar mais três pontos, mesmo fora de casa. A partida pela 12ª rodada, será nesta quarta-feira, 17/7, às 20h (21h de Brasília), na Arena da Amazônia, em Manaus.

Depois da goleada de 9 a 0 diante do Sport na rodada anterior, as meninas da Vila Belmiro, passaram por uma situação constrangedora na madrugada desta segunda para terça-feira. A equipe teve que dormir em poltronas e sofás no saguão de um hotel, em Brasília, por erros de logística da empresa responsável da viagem e também da CBF.

Há um ano e sete meses no Santos, mas com passagem pela Portuguesa, Juventus, São José, Seleção Brasileira Sub-15 e 17, além da principal, a técnica Emily Lima, 38 anos, disse que nessa reta final da primeira fase, a meta é conquistar a vitória.

Treinadora do Santos não considera sua equipe favorita, devido a campanha na competição (crédito: Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

– As últimas rodadas é importante pontuar e fazer bastante gols. Nós somos líderes junto com Corinthians, sendo que o critério do saldo de gols faz com que o Corinthians esteja na frente, por isso, a importância da vitória e de marcar gols, porque o Corinthians pega a Ferroviária e Flamengo, onde acreditamos são jogos mais equilibrados e que não aconteçam muitos gols. Temos que aproveitar as últimas rodadas para primeiro garantir a vitória, e segundo terminar a primeira fase em primeiro lugar – explicou Emily ao SportsManaus, mas ainda ressaltou.

– O trabalho do Santos é sempre em busca da vitória, claro que temos que ter cautela em alguns momentos, mas nós sabemos das dificuldades que o Iranduba vem sofrendo durante a competição com problemas internos, com saídas de muitas jogadoras, mas não temos que se preocupar com isso, mas fazer nosso trabalho e buscar os três pontos importantes – frisou.

Com passagens por Manaus no comando de outras equipes e até com a Seleção Brasileira, Emily Lima conhece muito bem o Iranduba, mas afirma que é preciso jogar em campo para conseguir o resultado positivo, independente da atual situação da adversária na competição.

Meta é conquistar três pontos na partida com Iranduba fora de casa (crédito: Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

– Sim, já estive e foram momentos muito bom, tirando nossa final da Libertadores, mas tiramos muita coisa positiva aqui. A gente conhecia o Iranduba, e agora conhecendo outro time, onde houveram muitas mudanças na equipe, mesmo assim, já estudamos antes e depois o Iranduba. Temos que fortalecer ainda mais como ideia de jogo para nossa equipe, fortalecendo isso, para que possamos buscar a vitória e sair com três pontos – finalizou, mas não considera sua equipe favorita.

– No futebol não digo que existe favorito ou favoritismo, acho que temos de fazer nosso trabalho e depois podemos comentar algo que se passou do jogo. Nunca podemos falar o que pode se passar no jogo, temos que fazer com que as coisas aconteçam, independente do último contra o Sport, porque já foi e passou. Agora o fato é hoje, e precisamos fazer com que as coisas aconteçam com Iranduba para depois pensar em alguma coisa – alertou.

Outras postagens...

Depois de recusar Fast, Zé Marco aguarda retorno de pessoas ligadas ao Nacional para temporada de 2020

Paulo Rogério

Desfalcado, Rio Negro empata com Tarumã na estreia pelo Amazonense da Série B

Paulo Rogério

Dirigente do Rio Negro confirma Rafinha, Luís Carlos, Hitalo e Baé, como novos reforços para a Série B AM

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...