SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Na estreia pela Copinha contra o Fast-AM, técnico da Matonense alerta: “Não é obrigação vencer”

A Matonense estreia com o Fast Clube, nesta terça-feira, 4/1, pelo grupo 6 da Copinha

Foto: Divulgação / Matonense

Após 20 anos, quando foi sede da maior competição de base do país, a equipe da Matonense será palco novamente da fase de grupos da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2022. A Águia Azul sedia o grupo 6, com Fast Clube-AM, Jacuipense-BA e Fluminense, na cidade de Matão, no interior de São Paulo. Na reta final dos preparativos, a Matonense estreia diante do Fast Clube, na terça-feira, 4/1, às 12h (13h de Brasília), no Estádio Dr. Hudson Buck Ferreira.

De Matão, o treinador Gilmar Batista, mesmo jogando em casa e com chances de conquistar um bom resultado, pensa diferente em relação ao favoritismo total na primeira partida da Copinha.

– Não é obrigação vencer. Acho que é um grupo bastante equilibrado. O fato de nós jogarmos em casa, vamos buscar a vitória, mas a gente respeita a equipe do Fast, onde vamos trabalhar para conseguir o resultado. Não tem favorito, não é obrigação nossa de vencer, mas vamos jogar para ganhar – explicou ao SPORTS MANAUS.  

Para não ser surpreendido em campo, o comandante da Águia Azul, já tem as informações pertinentes do time amazonense. Segundo ele, somente em campo vai conhecer melhor o Fast.

– Todas as informações que temos de nossos adversários são importantes. Nós estamos buscando informações, mas é obvio que dentro de campo vamos resolver nossa situação. Vamos estudar os adversários, mas isso fica claro no dia do jogo, na hora que a bola rolar, porque vamos ver o sistema de jogo e como alguns atletas se comportam para fazer algumas ações contrárias do outro time – comentou, mas lembrou que todos do grupo vão buscar o mesmo objetivo.

– A responsabilidade é de todas as equipes. Obvio, nós sendo a sede, isso traz um comprometimento maior ao nosso torcedor, que vai estar presente e ansioso, porque fazem 20 anos da última vez da Copa realizada em Matão. O torcedor está inquieto, os atletas estão ansiosos, mas esperamos corresponder a altura. Temos três adversários e todos com o mesmo pensamento e objetivo, mas vamos buscar e procurar o nosso melhor, mas logico, dentro das quatro linhas tudo se decide – salientou Gilmar.

 

Outras postagens...

Em reunião, clubes e federação definem ajustes do estadual, mas o início depende da confirmação da data, local e horário do Rio-Nal

Paulo Rogério

Amazonas leva susto, mas no final goleia Nacional e decide com Manaus o 1º turno do Amazonense

Paulo Rogério

Em ritmo de treino na Série D, São Raimundo-AM goleia Náutico-RR por 5 a 1, na Colina

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...