SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Pablo assume a gerência de futebol do Penarol e afirma: “Elo de ligação de jogadores e a comissão”

Pablo trabalhou no Rio Negro na divisão de acesso, mas agora tem novo desafio como gerente de futebol no Penaro, na Série A de 2022  

Após a passagem pelo Atlético Rio Negro Clube, como gerente de futebol no Campeonato Amazonense da Série B deste ano, Pablo Camilo, aceitou o convite da diretoria do Penarol, e vai exercer a mesma função na temporada do próximo ano na elite do futebol amazonense. O ex- goleiro, que iniciou no São Paulo FC, pendurou as chuteiras em 2018, mas passou pelo Fast Clube, Princesa do Solimões, Nacional e Rio Negro. 

Com 23 anos de carreira dentro de campo, e com passagem por vários clubes do futebol brasileiro, além de ter jogador na França, Pablo acredita que toda sua experiência será importante para seu novo desafio no Leão da Velha Serpa.

– Acho que essa função como ex-atleta é muito importante, porque estava no dia a dia com os jogadores e a comissão técnica, sendo um elo de ligação. Isso é fundamental, pois a comissão precisa sempre estar em sintonia para poder acontecer o trabalho no cotidiano. Estou nesse meio de intercâmbio, ou seja, entre um e outro para solucionar todas as dificuldades e qualquer problema que possa atrapalhar o elenco e o planejamento – comentou ao SPORTS MANAUS. 

Ciente de que o Penarol vem contratando jogadores para o Amazonense da Série A, que contará com 12 equipes, sendo que quatro serão rebaixadas, o novo dirigente afirmou que o planejamento foi esboçado para uma interação entre todos do Leão da Velha Serpa. 

– Sim, realmente o Penarol vem contratando alguns atletas, onde meu trabalho com a comissão técnica e o técnico Maurílio Silva é dar todo suporte no dia a dia, bem como a logística. Nesse sentido, pode haver tranquilidade dentro de campo para um boa campanha no estadual – disse, que trabalhou como diretor de futebol no Amazonas FC. 

Indignado

De acordo com Pablo Camilo, seu trabalho no Rio Negro não foi como ele esperava. Segundo ele, o diretor de futebol que assumiu o Galo da Praça da Saudade, não cumpriu com o combinado e deixou todos nas mãos, inclusive com várias situações financeiras pendentes.

– Minha passagem no Rio Neghro foi desde julho, quando comecei a trabalhar fazendo contato com alguns atletas, de acordo com o diretor de futebol que me passava. Entrava em contato para passar sobre a questão da documentação e exames. Fiquei até agora dezembro resolvendo algumas pendências de rescisões e alguns acordos. Ficou pendente meus salários, mas também um dinheiro próprio que investi. Se não tivesse colocado, não teria andado muitas coisas no grupo, mas com essa pendência que ficou do diretor de futebol pagar, ele alegou que não tem dívida alguma com ninguém, mas sim é de responsabilidade do clube. Conversei com o presidente, e estou aguardando eles fazerem meu pagamento – lamentou Pablo. 

 

Outras postagens...

Em apresentação oficial do técnico e auxiliar, diretor do São Raimundo afirma que grupo fica fechado até 3ª feira, 3/9

Paulo Rogério

“Vamos cumprir o que for determinado”, afirma dirigente da FAF sobre nota oficial da CBF

Paulo Rogério

Na estreia do Amazonense da Série B, goleiro do Librade mostra confiança diante do São Raimundo: “Esperamos fazer um grande jogo”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...