SportsManaus
Agência Sports ManausNOTÍCIAS

Em Rio Preto da Eva, coordenador da Copa das Empresas Manaós Fruity de futsal comemora bons resultados e afirma: “O objetivo foi alcançado”

A competição de futsal, reúne um total de 32 equipes, sendo 384 atletas no masculino e feminino.

Foto: Divulgação

Servidores de empresas públicas e privadas têm a chance de mostrar seu talento e ao mesmo tempo de um momento de socialização, na participação da 6ª edição da Copa das Empresa Manaós Fruity, que acontece no município de Rio Preto da Eva (a 80 km de Manaus). O evento é realizado no masculino e feminino no futsal, com jogos no final de semana, no Ginásio Daysin Siqueira Pinto. O evento é uma realização da Coordenação de Esportes da Prefeitura de Rio Preto da Eva e da Liga Esportiva da cidade.

Com total de 32 equipes e 384 atletas, o coordenador da competição, que é presidente da Liga Esportiva de Rio Preto da Eva e Coordenador de Esportes, Clebson Menezes, afirmou que a competição tem sido muito positiva para o município.

Segundo o coordenador, o objetivo foi gerar renda no município de Rio Preto da Eva (Foto: Divulgação)

– A Copa é um sucesso, porque todas as equipes se dedicam a jogar. Aquele funcionário que sai cansado do seu emprego, vem disputar a competição no sábado e domingo. O objetivo foi alcançado, e quero agradecer essa parceria com a Manaus Fruity, do nosso amigo Leís Batista, por não deixar morrer em nosso município essa competição. Por isso, o objetivo foi alcançado, no qual quero agradecer a parceria da prefeitura, da coordenação de esportes e da liga esportiva do município – comentou ao SPORTS MANAUS.

De acordo com o responsável pela competição, em tão pouco tempo da Copa das Empresas, os resultados têm sido relevantes, pois tudo surgiu com a ideia de um empresário, que tem a visão de sucesso, o que se resume hoje no torneio em si.

LEIA MAIS:

– O objetivo foi gerar renda no município de Rio Preto da Eva. Em uma conversa com o Leís Batista, veio a ideia de realizar uma competição que ficasse marcada. No ano de 2018, gerou a 1ª edição da Copa, onde disputamos com 14 empresas. No ano seguinte foram 21 equipes. No terceiro ano, foram 26 times, depois no quarto ano, com 28. Já no quinto ano, teve 30 times e agora no sexto ano, com 32 de empresas privadas e públicas – afirmou, mas ainda reforçou sobre a competição.

– Com isso, geramos mais de 50 empregos a cada ano que é realizada a Copa. O objetivo foi alcançado, porque é um sucesso nas edições que vêm acontecendo em nosso município. Este ano, a Copa vem carregando em si o feminino, na sua quarta edição, sendo um sucesso com sete equipes, paralelo também com a categoria Sub-15 – finalizou Clebson.

 

 

 

 

 

 

Outras postagens...

Seleção masculina de handebol fica fora dos Jogos de Paris

Paulo Rogério

Com treinos oficiais, brasileiros começam o reconhecimento do gelo nos locais das provas de Gangwon 2024

Paulo Rogério

Boca Juniors sinaliza pela liberação, e Vasco avança por Jorman Campuzano

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...